10 armadilhas usadas pelo demônio para tentar nos separar de Deus

Pixabay

Satanás é mentiroso, é o pai da mentira. Trabalha em nossas vidas para nos destruir, nos levar ao pecado,  e assim afastando-nos de Deus. Ele quer que abandonemos nossa fé e vivamos afastados de Deus.

Por isso, queremos desmascar as ações do demônio com essa lista com 10 armadilhas que ele usa para tentar nos destruir.

1) Relativismo

O relativismo defende a ideia de que nada é verdadeiro, que todos os pontos de vista são válidos e que não existe uma verdade absoluta nem universal. O demônio não quer que acreditemos em uma verdade, pois se não existir a verdade, então o bem nem o mal não existem. Se isto for assim, então, tudo é válido.

Uma maneira de nos tentar com mais facilidade é fazendo com que acreditemos que o pecado não existe. E um discurso corriqueiro, que tem invandido inclusive nossas Igrejas, é de que “o que importa é o amor”. Isso é um discurso relativista que nos afundará em pecados graves.

2) Indiferentismo

O indiferentismo te diz que todas as religiões são iguais e não importa qual escolha. O indiferentismo é comum dentro do protestantismo. Esta ideologia diz: “Não importa em qual igreja você participa, o importante é amar Jesus”.

Também assinala que não importa ser hinduísta, muçulmano, judeu, budista ou católico. Dizem que “todos estamos subindo a mesma montanha, mas por diferentes caminhos”.

Devemos ser claros. Jesus Cristo é a mais plena, a mais completa e a revelação final de Deus aos seres humanos. Portanto, o catolicismo é a mais plena, antiga e a mais completa união com a única revelação de Deus em Cristo. Porém, pode ser que por misericórdia Deus queira salvar pessoas de outras religiões.

3) Ecletismo

Este é “primo” do indiferentismo. O ecletismo indica que você pode misturar e juntar diferentes religiões e espiritualidades como quiser, da mesma forma que monta o seu próprio combo de fast food. A pessoa acredita que isto é possível porque já está influenciada pelo indiferentismo.

Pense bem. Não pode misturar o islamismo, o cristianismo ou o budismo com o catolicismo. Não é como montar o teu próprio combo. É como se estivesse colocando molho de tomate no sorvete ou estar usando tinta branca no lugar de creme para o café.

Infelizmente, esse tipo de prática é comum nos dias atuais. Existe uma determinada seita protestante que vende água benta, faz novena para a sagrada família, seu pastor se veste de rabino, e ainda acontecem banhos de sal grosso…

4) Sentimentalismo

O sentimentalismo implica tomar decisões ou escolher suas crenças baseando-se nas emoções em vez das verdades eternas. Pode estar zangado ou contente com alguém e, deste modo, atua e decide segundo sua ira ou alegria.

Por exemplo: o padre João é legal, mas ele passou por mim no final da missa e não deu oi. Fiquei chateado e por isso vou mudar de paróquia, ou até mesmo de religião. Precisamos crescer e deixar de frescurite. Isso é tentação do demônio, e desordem afetiva.

5) Utilitarismo

O utilitarismo é apoiar suas decisões morais ou crenças no que parece ser útil, eficiente e econômico. Por exemplo: “Minha mãe está em uma casa de repouso. Ela tem demência. É caro mantê-la neste lugar. Os médicos nos dão a alternativa de ‘dar uma injeçãozinha’ e assim ‘seus problemas acabarão’”.

Utilitarismo é o que ideologias que afirmam defender as mulheres fazem quando assassinam seus bebês em nome de uma vida cômoda.

6) Incrementalismo

O demônio não quer executar de uma só vez todo seu plano. Ele atua passo a passo. Primeiro faz com que a pessoa fale uma pequena mentira, depois uma verdade pela metade, logo outra mentira e outra meia verdade.

A pessoa precisa estar atenta, pois o demônio conseguirá que caia usando o sentimentalismo, argumentos utilitaristas, indiferentismo ou ideias relativistas. Ele sempre está trabalhando, nunca descansa. Incrementalismo é inserir mentiras naquilo que é verdade, para que a mentira pareça verdade.

7) Materialismo

O materialismo não se refere aos gastos que alguém tenha. Vai mais além. O problema real com o materialismo é que nos conduz a pensar que não existe nada sobrenatural.

“Deus, os anjos, os demônios, o céu e o inferno são apenas um mito. Não existe um mundo invisível. Os sacramentos são somente símbolos. A Igreja é uma instituição humana. Os sacerdotes não são mais que uns trabalhadores sociais que usam batina. O matrimônio é somente um papel, a confissão não é mais que uma terapia de autoajuda, o batismo e a crisma são apenas ritos lindos para as crianças”.

Esse é o materialismo. Reconhece? Rejeite-o com todo seu coração. É uma mentira!

8) Cientificismo

O cientificismo diz que a única verdade que existe é a científica. É uma mentira poderosa de Satanás porque é uma das coisas que a sociedade assumiu.

“Sabemos que a ciência desacredita a Bíblia”. E isto está errado. Toda a verdade é a verdade de Deus e a verdadeira ciência sempre é irmã da verdadeira teologia.”

O cientificismo é uma parte do ateísmo assumido. Nele não existe um Deus. Somente existem as leis da ciência.

[Leia também: 15 cientistas que também foram sacerdotes]

9) Dilemas éticos

Isto é apenas outro nome para o relativismo moral. Defende a ideia de que nada é bom ou ruim, o que realmente importa são as intenções e as circunstâncias da eleição moral. Se a pessoa tiver boas intenções e as circunstâncias o justificam, então, o que escolhe fazer está bem. Muitos católicos aceitam a anticoncepção artificial e o aborto devido a estes dilemas éticos.

O perigo com os dilemas éticos é que podem levar as pessoas até o ponto de cometer um pecado mortal justificando sua escolha. Cuidado para não cair nesta armadilha. Se você precisa tomar uma decisão moral complicada, fale com um sacerdote ou um bom diretor espiritual.

10) Universalismo

Esta ideologia venenosa provém diretamente do inferno. Assinala que Deus é tão amoroso, tão bom e misericordioso que não condenará ninguém e que todos se salvarão.

Isto não só contradiz o que a Bíblia diz, mas também contradiz todos os ensinamentos da Igreja. O universalismo faz com que milhares de pessoas caiam em uma falsa certeza de que não importa o que façam ou escolham pois de qualquer maneira irão para o céu.

Satanás ama o universalismo porque disfarça sua mentira com o atributo maior de Deus Pai: a Divina Misericórdia.

[Leia também: 7 erros sobre morte, inferno e demônio que não devemos cometer]

Comentários

comentários

Fr. Dwight Longenecker
Fr. Dwight Longenecker é um ex-padre anglicano, que depois de converter-se tornou-se um padre católico. Escreve no blog Standing on My Head. Visite seu site, conheça seus livros e entre em contato em dwightlongenecker.com.