5 mitos sobre o Purgatório que muitas pessoas ainda acreditam

por -
Domínio Público, Wikipedia / ChurchPOP

Muitos mitos giram em torno do purgatório. Para os protestantes certamente esse é um dos pontos doutrinários mais católico que há.

Por isso queremos começar mostrando o que o Catecismo nos ensina sobre isso:

“Todos os que morrem na graça e na amizade de Deus, mas ainda imperfeitamente purificados, têm a garantia de sua salvação eterna; mas após a morte passam por uma purificação, de modo a alcançar a santidade necessária para entrar na alegria do Céu. A Igreja dá o nome de Purgatório a essa purificação final dos eleitos, que é completamente diferente do castigo dos condenados.

Este ensinamento baseia-se também na prática da oração pelos mortos, mencionado na Sagrada Escritura. Desde o início a Igreja honrou a memória dos defuntos e ofereceu orações em sufrágio por eles, acima de tudo, o sacrifício eucarístico, para que, assim, purificados, eles possam chegar à visão beatífica de Deus. A Igreja reza também através esmolas, indulgências e obras de penitência em favor dos mortos.” CIC 1030-1032)

Agora, aqui estão 5 dos mitos mais comuns sobre o Purgatório:

Mito 1: O Purgatório é uma segunda chance de salvação

Verdade : Na morte, o destino eterno de uma pessoa está selado: ela vai passar a eternidade no céu ou no inferno.

Purgatório é um lugar temporário que pessoas que já estão assegurados do céu podem ir a fim de se prepararem melhor até chegarem ao céu. Assim, uma vez no purgatório, uma pessoa não pode alterar o seu destino eterno – não há segunda chance após a morte.

Mito 2: Purgatório não está na Bíblia

Verdade : Em 1 Coríntios 3, São Paulo descreve um período após a morte, mas antes do céu, no qual um cristão é purificado pelo fogo. Ou seja, o Purgatório.

Há outras evidências bíblicas, para citar apenas duas: Em Mateus 12, Jesus menciona a possibilidade de pecados serem perdoados após a morte, e em 2Macabeus 12, fala sobre a prática de orar pelos mortos (o Purgatório na prática faz sentido) é elogiado.

Mito 3: Purgatório é uma maneira de ser salvo à parte de Cristo

Verdade : Como já foi mencionado, o Purgatório é apenas para pessoas que morreram na amizade com Cristo e têm a garantia do céu. Além disso, este processo de purificação é somente através da graça de Jesus Cristo. Então, ao invés de ser algo em concorrência com Cristo, o Purgatório é uma ocasião para a graça de Nosso Senhor..

Mito 4: As indulgências são uma forma de comprar a salvação

Verdade : A indulgência é algo concedido pela Igreja que limita ou elimina a necessidade de uma pessoa de ir para o purgatório após a morte. As Indulgências não determinam se uma pessoa vai para o céu ou para o inferno.

Além disso, embora historicamente tenha havido abusos sobre indulgências, a venda de coisas espirituais é considerado um pecado grave pela Igreja Católica.

Mito 5: orar pelos mortos é uma corrupção medieval da fé

Verdade : Na verdade, orar pelos mortos foi praticado por judeus antes de Jesus, conforme registrado em 2 Macabeus 12. E também foi praticada na Igreja primitiva .

[Leia também: 7 erros sobre morte, inferno e demônio que não devemos cometer]
[Leia também:8 pontos sobre as orientações da Igreja sobre o sepultamento dos fiéis defuntos]

Comentários

comentários