A Aparição do Anjo aos pastorinhos 1 ano antes da Virgem Maria aparecer em Fátima

por -
Julie Falk, Flickr CC BY-NC 2.0

A maioria de nós sabe das aparições da Virgem Maria as três crianças em Fátima, Portugal, em 1917. Mas você sabia que um anjo visitou as crianças antes da Virgem?

Em 1916, um ano antes da famosa aparição mariana,  Lúcia, Jacinta e Francisco estavam levando seus rebanhos para pastar quando de repente um Anjo apareceu diante deles.

“Subimos com o gado até a colina em busca de abrigo”, escreveu Lúcia em suas memórias, “e depois de ter comido nosso sanduíche e feito nossas orações, vimos a certa distância, no topo das árvores, uma luz mais branca do que a neve na forma de um jovem, bastante transparente e mais brilhante que os raios do sol.”

Então o Anjo falou-lhes: “Não tenhas medo. Sou o Anjo da Paz. Orem comigo!”.

E as crianças se ajoelharam e repetiram esta oração que o Anjo os ensinou:

“Meu Deus, eu creio, adoro, espero e te amo. Te peço perdão pelos que não creem, não adoram, não esperam e não te amam”,

Quando terminaram, o anjo desapareceu mas antes disse: “Orem assim. Os corações de Jesus e Maria estão atentos a vossas súplicas”.

Em outra ocasião, o mesmo Anjo apareceu diante deles pela segunda vez e pedeu que rezassem: “O que estão fazendo? Rezem! Rezem muito! Os corações de Jesus e de Maria tem sobre vós desígnios de misericórdia. Ofereçam constantemente orações e sacríficios ao Altíssimo!”

Quando as crianças o perguntaram que tipo de sacrifícios deveriam fazer, o Anjo explicou:

“Todo sacrifício que puderem oferecer como ato de reparação pelos pecados que ofendem a Deus, e de súplica pela conversão dos pecadores. Atrairá assim sobre vossa pátria a paz. Eu sou o Anjo da guarda, o Anjo de Portugal.  Acima de tudo, aceitem e suportem com submissão os sofrimentos que o Senhor enviará.”

Pela terceira vez o Anjo se apresentou aos pequenos, mas desta vez com um cálice erguido e com uma hóstia acima do cálice. Deixando o cálice e a hóstia flutuando no ar, o Anjo ajoelhou-se e os ensinou uma nova oração:

“Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da Terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.”

O Anjo então ofereceu para as crianças a hóstia e o cálice dizendo “Tomai o corpo e bebei o Sangue de Jesus Cristo, horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos. Reparai seus crimes e consolai o vosso Deus”.

Então desapareceu e nunca mais voltaram a vê-lo.

As crianças não sabiam, mas aquelas aparições do Anjo foram um prelúdio das famosas aparições marianas em Fátima no ano seguinte.

[Leia mais: O dia em que o Sol dançou no céu de Portugal]
[Leia mais: Quiz: Teste seus conhecimentos sobre as aparições da Virgem Maria em Fátima]

Comentários

comentários