O santo senso de humor de São Pio de Pietrelcina

por -
strettoweb

São Pio de Pietrelcina provavelmente seja, depois de São Francisco de Assis, o santo mais popular que saiu da ordem franciscana. Seus milagres, ainda estando em vida, se contam por milhares e se multiplicam agora que goza da vida eterna. Neste artigo vamos falar de alguns desses milagres e histórias em que o santo demonstra seu grande senso de humor.

Confira!

Um careca

Domínio público
Domínio público

Um homem se encontra muito preocupado porque a medida que passavam os anos, ia perdendo mais cabelo. Sabendo dos milagres de Padre Pio, o buscou e se dirigiu a ele: “Padre, roga para que meu cabelo não caia mais.”

O padre, que nesse momento descia pela escada do coro, mudou o semblante e com um olhar expressivo, acenou para alguém que estava do outro lado da escada, dizendo: “Encomendar-te-ei a ele!”

O pobre careca deu meia volta e viu um sacerdote completamente calvo, com a cabeça tão brilhante que parecia um espelho. Todos começaram a dar gargalhadas.

Uma saudação “grande, grande”

Youtube / Padre Pio – Rare Footage
Youtube / Padre Pio – Rare Footage

Uma filha espiritual de Padre Pio tinha ido até San Giovanni Rotondo o propósito de se confessar com ele. Não conseguindo, se consolou com a ideia de, ao menos, receber a benção que o padre dava a partir da janela de sua varanda.  Do caminho ao convento ia pensando: “quero uma saudação grande, grande, só para mim”.

Quando chegou, descobriu que as pessoas tinham ido embora, pois o Padre já havia dado sua benção; e saudado a todos agitando seu lenço da janela e se recolheu para descansar.

A senhora não desanimou, se achegou a um grupo de mulheres que rezavam o rosário  e disse para si mesma: “não importa, eu quero uma saudação grande, grande, só para mim”. Minutos depois se abriu a janela da cela do Padre e este, no lugar de dar novamente sua benção, pois a agitar um lençol ao invés de sacudir seu lenço.

Todos começaram a rir, pensando que ele havia ficado louco. A filha, porém, pôs-se a chorar, emocionada, pois sabia que aquela era a saudação ”grande, grande” que havia pedido.

Esperas que eu me case com ela?

Dominio público
Dominio público

O Padre Pio estava celebrando um casamento. No momento culminante do ato, o noivo, muito emocionado, não conseguia pronunciar o “sim” do rito.  O Padre esperou um pouco, procurando ajudá-lo com um sorriso, porém, vendo que era vã toda tentativa, exclamou com força: “Enfim, queres dizer esse “sim” ou espera que eu me case com ela?”

De baixo do colchão

Uma senhora sofria de terríveis enxaquecas, que decidiu por uma foto de Padre Pio embaixo de seu travesseiro com a esperança de que a dor desaparecesse.

Depois de várias semanas a dor de cabeça ainda persistia, muito incomodada disse isto: ‘pois, Padre Pio, como não quis tirar minha dor de cabeça, te porei embaixo do colchão como castigo”. Muito chateada pois a foto do padre debaixo de seu colchão.

Depois depois de poucos meses, foi a San Giovanni Rotondo para confessar-se com Padre Pio. Apenas se ajoelhou no confessionário, o padre lhe olhou firmemente e fechou a porta do confessionário com um poderoso golpe. A senhora ficou petrificada, pois não esperava uma reação daquelas, e não pôde dizer uma palavra sequer. Em poucos minutos, a porta se abriu novamente e o padre lhe disse, com um sorriso de orelha a orelha: “Não gostou, não é verdade? Pois eu também não gostei que tenhas me colocado sob o colchão!”.

Comentários

comentários