O sonho sobrenatural que convenceu o Papa a aprovar a ordem franciscana

por -
Domínio Público

É difícil imaginar a Igreja sem os franciscanos. Mas nem sempre foi assim!

Quando Francisco e seu pequeno grupo de seguidores chegaram em Roma, em 1209, para pedir a aprovação papal, o Papa Inocêncio III estava um pouco cético. Nas décadas anteriores a esse momento, a Igreja teve muitos problemas com um grupo de hereges chamado de Waldensians que, como os franciscanos, também pregava a pobreza radical. Seriam os franciscanos também um problemas?

Mas a providência de Deus não falha nunca! Quando os franciscanos chegaram a Roma, conheceram o Cardeal Sabina, o confessor do Papa, que imediatamente simpatizou com a causa deles. O Cardeal convenceu o pontífice relutante a encontrar-se com o grupo.

Depois de aproximadamente uma semana, Inocêncio III finalmente concordou em dar uma aprovação informal temporária, dizendo-lhes que, se seus números continuassem crescendo, eles poderiam retornar e solicitar a aprovação oficial.

Mais tarde naquele ano, Inocêncio III teve uma experiência que não esperava: um sonho sobrenatural sobre os franciscanos.

Em seu sonho, viu a basílica de São João de Latrão, a igreja da Catedral de Roma, e ela estava caindo. Mas alguém estava parado na fissura: era Francisco de Assis, o jovem líder do novo grupo “estranho”, e ele estava segurando a Basílica.

A implicação era clara: os franciscanos desempenhariam um papel fundamental no apoio ao papado e a toda a Igreja Católica. Inspirado pelo sonho, quase um ano após seu primeiro encontro, o Papa Inocêncio III reconheceu oficialmente a nova Ordem dos Frades Menores, ou os Franciscanos.

E o resto é história!

São Francisco de Assis, por favor, reze por nós!

[Leia também: O que Lúcifer perdeu por orgulho, São Francisco ganhou por sua humildade]
[Leia também: A lição de São Francisco de Assis a irmão Leão sobre a verdadeira alegria]

Comentários

comentários