6 coisas que guiaram o Beato Carlo Acutis ao céu e que podem te guiar também!

por -
Créditos: Internet/Reprodução.

No dia 10 de outubro, Carlo Acutis foi reconhecido como Beato e sua festa é hoje, 12 de outubro, dia em que deixou a terra e nasceu no céu.

Este beato adolescente de jeans e tênis mostra que o ideal de santidade é mais próximo do que muitos católicos acreditam. Ser santo não é para os heróis, mas para os humildes e os que amam a Deus e fazem a sua vontade dia após dia.

O Beato Carlo Acutis chegou ao céu fazendo estas coisas. Imitando-o, também podemos ir ao encontro do Senhor!

6 coisas que guiaram o Beato Carlo Acutis ao céu e que podem te guiar também:

1) Eucaristia

“Desde que era pequeno, sentiu a necessidade da fé e tinha o olhar voltado para Jesus. O amor pela Eucaristia fundava e mantinha viva a sua relação com Deus. Costumava dizer: A Eucaristia é a minha estrada para o céu”.

Participava todos os dias da Santa Missa e permanecia em adoração por muito tempo em frente ao Santíssimo Sacramento. Carlo dizia: ‘Tu vais direto ao Paraíso se te aproximas todos os dias da Eucaristia”, conta o cardeal Agostino Vallini.

Nicola Gori, o sacerdote postulador da causa de beatificação disse: “Conseguiu arrastar seus familiares, seus pais, para a missa todos os dias. Não foi o contrário; não foram seus pais que o levaram quando pequeno à missa, mas foi ele que foi e conseguiu convencer a todos os demais a receberem a comunhão todos os dias”.

Carlo costumava dizer: “quanto mais vezes recebemos a Eucaristia, mais seremo como Jesus, de modo que nesta terra teremos uma antecipação do céu”.

2) O amor à Virgem Maria e ao Santo Rosário

Quando o Beato Carlo Acutis tinha três anos, começou a pedir que o levassem para a igreja para ele falar com Jesus e costumava colher flores para levar à Virgem. Foi isto que comentou sua mãe ao jornal italiano Corriere della Sera.

Foi muito devoto de Nossa Senhora, rezou o Rosário todos os dias, se consagrou várias vezes a Maria para renovar seu carinho e suplicar sua proteção.

Geralmente dizia: “A Virgem Maria é a única mulher em minha vida”.

3) Amor ao próximo

Era conhecido por defender os meninos que sofriam bullying na escola, principalmente os que possuiam alguma deficiência. Quando os pais de um amigo iam se divorciar, Carlo fez um esforço especial para incluir seu amigo em sua vida familiar.

Francesca Consolini, postuladora da Arquidiocese de Milão na sua causa de beatificação, afirmou:

“Sua fé, que era única em uma pessoa tão jovem, era pura e segura. Lhe fazia ser sempre sincero consigo mesmo e com os outros. Mostrou um cuidado extraordinário pelos demais; era sensível aos problemas e situações de seus amigos e de quem vivia perto dele e estava com ele diariamente”.

Sua mãe conta que às tardes costumava sair para levar comida e bebida quente aos moradores de rua. Seu exemplo converteu ao catolicismo um empregado hindu de sua família. Ele relatou que Carlo servia “nas mesas dos pobres das irmãs de Madre Teresa de Calcutá em Baggio e nas dos capuchinhos, onde servia como voluntário”.

4) Penitência

Ainda sendo um adolescente, o Beato Carlo Acutis buscou privar-se de certas coisas que ele gostava muito de fazer para levar uma vida cristã mais íntegra.

Segundo contou sua mãe, Carlo amava jogar videogame. Seu console preferido era um Playstation, provavelmente um PS2, lançado em 2000, quando Carlo tinha nove anos. Antonia Acutis disse ainda que ele só se permitia jogar uma hora por semana, como penitência e disciplina espiritual, pois gostaria de jogar muito mais.

5) Dar o melhor a Deus

Desde pequeno, Carlo mostrou um grande interesse pela tecnologia e pela informática, e teve facilidade em aprender sobre o assunto. Mas decidiu que devia usar seu talento para dar glória a Deus.

Por isso, o beato usou suas habilidades tecnológicas para construir um catálogo completo de milagres eucarísticos em todo o mundo. Começou o projeto de um ano quando tinha 11 anos, e também o utilizou para ensinar catecismo às crianças. O site ainda existe: miracolieucaristici.org.

Ele se inspirou nas iniciativas do Beato Giacomo Alberione para usar os meios de comunicação para anunciar o Evangelho.

6) Entregar seus sofrimentos a Deus

Quando foi diagnosticado com leucemia, assumiu a doença com uma imensa fé e ofereceu todos os seus sofrimentos pelo Papa Bento XVI e pela Igreja. “Ofereço todo o sofrimento que terei que sofrer pelo Senhor, pelo Papa e por toda a Igreja”, disse o jovem.

Em uma ocasião, seu médico lhe perguntou se sofria muita dor e ele respondeu que “há gente que sofre muito mais do que eu”.

“Estou feliz de morrer porque vivi minha vida sem perder um minuto com estas coisas que não agradam a Deus”, disse o beato Carlo Acutis em seus últimos dias de vida.

Beato Carlo Acutis, rogai por nós!

[Leia também: Esta é a oração que você pode fazer para pedir a intercessão de Carlo Acutis]
[Leia também: Os trabalhos que foram feitos no rosto de Carlo Acutis para a sua beatificação]