Artigos

Intolerância religiosa no Chile: incendeiam igrejas e vandalizam imagens da Virgem Maria

Uma triste série de atos de intolerância religiosa no Chile deixou duas igrejas atingidas: a Paróquia de São Francisco de Borja e a Igreja da Assunção. Os atos de vandalismo foram produzidos na jornada do dia 18 de outubro, data em que completou-se um ano da onda de protestos que sacudiu o país.

As duas igrejas se encontram no entorno da Plaza Itália, ponto de referência e concentração dos manifestantes. Neste contexto, um grupo de delinquentes encapuzados as atacou.

A Paróquia de São Francisco de Borja, dedicada ao serviço religioso dos Carabineros (polícia) de Santiago do Chile foi saqueada e incendiada. Além disso, os grupos encapuzados roubaram imagens e queimaram em via pública.

Veja aqui os vídeos dos covardes ataques:

https://twitter.com/mediabanco/status/1317909529733042176

Clique aqui caso não consiga ver o post

https://twitter.com/CarabPrCentral/status/1317908654423789569

Clique aqui caso não consiga ver o post

https://twitter.com/CarabPrCentral/status/1317903200910008320

Clique aqui caso não consiga ver o post

A Igreja da Assunção também sofreu com o vandalismo destes grupos. As tristes imagens nos mostram como a cúpula queima e termina por colapsar ao ser consumida pelas chamas.

Veja aqui o vídeo deste triste momento:

https://twitter.com/magsegovia/status/1318145743727755266

Clique aqui caso não consiga ver o post

A Conferência Episcopal do Chile emitiu uma declaração pelos terríveis ataques. “Os acontecimentos das últimas horas em Santiago e outras cidades do Chile mostram que não há limites para quem exacerba a violência”, começa o comunicado.

“Contemplamos com tristeza as agressões, saques e ataques a lugares de oração, espaços sagrados dedicados a Deus e ao serviço solidário das pessoas. Dói-nos ver um templo patrimonial de Santiago destruído e que a destruição seja celebrada”.

Além de condenar o vandalismo, a Conferência Episcopal ressalta que “Estes grupos violentos contrastam com muitos outros que sa manifestaram pacificamente”.

A Virgem Maria vandalizada com lemas pró-aborto

A jornada de protestos deixou outros sinais de intolerância. Neste caso, foi no Município de Pirque, no entorno de Santiago no Chile, onde um grupo de manifestantes pró-aborto vandalizou uma imagem da Virgem Maria.

https://www.facebook.com/MunicipalidadDePirque/posts/2568046480154155

Clique aqui caso não consiga ver o post

As fotos mostram o rosto de uma imagem da Virgem Maria enrolada com um pano verde e pichações que dizem “aborto livre” e “tire seu rosário do meu ovário”.

Senhor, tende piedade! Rezemos para que tenham fim estes ataques demoníacos.

[Leia também: Eucaristia e arte sacra são profanadas e igreja é roubada em terrível ataque na Itália]

[Leia também: Exorcista convoca corrente de oração para combater Satanás e os ataques contra a Igreja]

Editor ChurchPOP

Faça santas todas as coisas!

Leave a Comment
Compartilhar
Publicado por
Editor ChurchPOP

Postagens recentes

5 frases da beata Sandra Sabattini que te farão desejar ser santo também

Os santos nos ensinam tanto com seus grandiosos testemunhos de vida quanto com suas reflexões.…

19 horas atrás

Padre dá valioso conselho para você ajudar um amigo a discernir sua vocação

Alguém já chegou para você partilhando sobre um possível chamado de Deus? Como você reagiu?…

1 dia atrás

Diocese suspende padrinhos de batismo e confirmação

A Arquidiocese de Catânia, na Sicília (Itália), decidiu suspender por três anos a prática de…

2 dias atrás

Saiba como rezar pedindo um milagre ao 1º santo brasileiro: São Frei Galvão

Santo Antônio de Sant'Ana Galvão, ou simplesmente Frei Galvão, é o primeiro santo nascido em…

3 dias atrás

O jovem de 15 anos que perdeu a vida por não jogar fora o seu escapulário

Francisco García é o mártir mais jovem dos 127 beatificados na Diocese de Córdoba em…

7 dias atrás

Papa Bento XVI diz que espera poder unir-se aos amigos no Céu logo

O Papa emérito Bento XVI disse que espera poder unir-se aos amigos no Céu logo!…

1 semana atrás