Conheça Santa Catarina de Alexandria e seu incrível dom de evangelizar

por -
Domínio Público

Santa Catarina de Alexandria foi uma princesa no Egito no terceiro século e recebeu uma boa educação. Embora tenha nascido como uma pagã, quando era adolescente, foi transportada para o céu, encontrou-se com o menino Jesus e a Virgem Maria e, em êxtase, casou-se misticamente com Cristo, convertendo-se ao cristianismo. Ela tinha, na época, dezoito anos de idade.

Logo depois, teve uma audiência pessoal com o Imperador Romano Maxêncio e tentou convencê-lo a parar a perseguição aos Cristãos. O imperador mandou prendê-la no cárcere até que viessem os 50 maiores sábios do mundo e a humilhassem por causa da sua argumentação aparentemente simples, mas, incrivelmente, ela venceu o debate. Alguns dos seus interlocutores ficaram tão impressionados, que se converteram ao Cristianismo.

Furioso, o imperador a aprisionou. Visitada na prisão pela esposa do imperador e pelo chefe de sua guarda, Catarina os converteu, fazendo o mesmo com inúmeros soldados, cerca de 200 pessoas foram convertidas através de sua evangelização.

Quando ela não se negou a parar de converter pessoas à fé cristã apesar de estar sendo torturada, o imperador tentou persuadi-la a parar pedindo que se casasse com ele. Ela se recusou, e ele a sentenciou à morte.

O corpo de Catarina desapareceu milagrosamente, sendo transportado por anjos para o topo de Jebel Katerina, o pico mais alto da península do Sinai. Três séculos mais tarde, o seu corpo, incorrupto, foi encontrado por monges e levado para o Mosteiro da Transfiguração, onde algumas das suas relíquias e o seu nome ficaram até hoje.

Santa Catarina de Alexandria, corajosa pregadora do evangelho, rogai por nós!

[Leia também: A missão do universitário na construção de um mundo novo]
[Leia também: A emocionante história do menino que deu sua vida para evitar que profanassem a Eucaristía]

Comentários

comentários