15 incríveis frases do escritor católico G.K. Chesterton sobre a fé

por -

Há exatos 98 anos, era batizado na Igreja Católica o importante escritor G. K. Chesterton.

Filósofo e grande apologista católico, Chesterton é conhecido por muitas obras que falam sobre Deus, fé, religião, Igreja etc.

Por isso, te apresentamos aqui 15 frases deste incrível autor católico (retiradas de um de seus best-sellers, Ortodoxia):

1) “Para que o homem possa amar a Deus é necessário não apenas que exista um Deus a ser amado, mas também um homem para amá-lo.”

2) “Quero amar o próximo não por ele ser eu, mas precisamente por ele não ser eu. Quero adorar o mundo, não como quem gosta de um espelho, por ele ser o eu de quem vê, mas como quem ama uma mulher, por ela ser inteiramente diferente. Se as almas estão separadas, o amor é possível. Se as almas estão unidas, o amor é obviamente impossível.”

3) “O amor falso termina em acomodamento e filosofia comum; mas o amor real sempre terminou em sangue derramado.”

4) “Um homem pode ficar deitado inerte e curar-se de uma enfermidade. Mas ele não pode ficar deitado inerte se quiser curar-se de um pecado.”

5) “Hei de sondar a vastidão e o vazio da visão da terra até descobrir alguma coisa fresca como a água e reconfortante como o fogo; até descobrir algum lugar na eternidade onde eu esteja literalmente em casa.”

6) “A Igreja Cristã em sua relação prática com a minha alma é mestra viva, não mestra morta. Ela não apenas me ensinou com certeza ontem, mas quase com certeza me ensinará amanhã.”

7) “Quem vive em contato com o que acredita ser uma igreja viva é alguém que sempre espera encontrar-se com Platão e Shakespeare no café da manhã. É alguém que sempre espera descobrir uma verdade nunca vista antes.”

8) “O cristianismo é a única moldura para a liberdade pagã.”

9) “A pulsação permanente da alma deveria ser o louvor. O pessimismo é, na melhor das hipóteses, um meio-feriado emocional; a alegria é a ruidosa labuta pela qual vivem todas as coisas.”

10) “Com seu credo a alegria se torna algo gigantesco e a tristeza algo especial e pequeno”.

11) “É absurdo dizer que se está promovendo especialmente a liberdade quando só se usa o livre- pensar para destruir o livre-arbítrio.”

12) “O homem foi concebido para duvidar de si mesmo, mas não duvidar da verdade, e isso foi exatamente invertido. Hoje em dia a parte humana que o homem afirma é exatamente a parte que não deveria afirmar. A parte de que ele duvida é exatamente a parte de que não deveria duvidar — a razão divina.”

13) “É inútil falar sempre da alternativa de razão e fé. A própria razão é uma questão de fé. É um ato de fé afirmar que nossos pensamentos têm alguma relação com a realidade por mínima que seja.”

14) “Total autoconfiança não é simplesmente um pecado; total autoconfiança é uma fraqueza.

15) “Pessoas completamente mundanas nunca entendem sequer o mundo; elas confiam plenamente numas poucas máximas cínicas não verdadeiras.”

[Leia também: 7 dados sobre a vida do escritor e apologista católico G.K. Chesterton]