3 Bispos são agredidos por uma multidão enquanto defendem uma Basílica no Nicarágua

    por -

    Senhor tenha piedade!

    O bispo auxiliar da Arquidiocese de Managuá, Nicarágua, Dom Silvio José Báez, foi atacado por uma mutidão enquanto defendia a Basílica de São Sebastião em Diriamba. Ele postou sua história angustiante no Twitter junto com fotos de suas feridas ensaguentadas.

    Segundo o Vaticano, o arcebispo de Manágua, Leopoldo Brenes e o Cardeal Waldemar Stanislaw Sommertag, núncio apostólico no Nicarágua, também foram agredidos.

    Aqui está o tweet do Bispo Silvio José Báez:

    Traduzido para o português, lê-se: “Cercado por uma multidão que queria entrar na Basílica de São Sebastião em Diriamba, fui ferido, espacado no estômago, tirei minha insígnia episcopal e fui agredido verbalmente. Estou bem graças a Deus. A Basílica e os que estavam lá foram mantidos em segurança”.

    O conflito aconteceu porque a igreja estava abrigando manifestantes anti-governo, e a multidão que agrediu os senhores bispos era composta por paramilitares pró-governo.

    Até o momento mais de 300 pessoas morreram por causa dos protestos pedindo a renúncia do presidente do Nicarágua, Daniel Ortega.

    Você pode ler mais sobre o conflito no  Vaticano News .

    Oremos pela Igreja do Nicarágua e por toda a população.

    [Leia também: Senhor, tende piedade: Impactante vídeo de um Bispo sendo atacado em plena Missa]

    Comentários

    comentários