3 razões pelas quais devemos ainda hoje “Ir até Tomás”

por -
Nheyob, Wikipedia CC BY-SA 4.0

Qualquer um que procura respostas às perguntas sobre a vida deve seguir o conselho que o Papa Pio XI deu há quase um século atrás: “Vá para Tomas” (Studiorum Ducem 28).

Santo Tomás de Aquino (1224-1274) foi um destacado teólogo e filósofo dominicano. Ele é mais conhecido por sua Summa Theologica, uma enciclopédia maciça de teologia católica. Os ensinamentos de Santo Tomás foram tão benéficos, que Aquino recebeu o título honorífico de “Doutor da Igreja” em 1567.

Diante da sua grande e importância queremos refletir sobre três principais razões pelas quais é aconselhável “ir até Tómas” até hoje.

1) Santo Tomás é um grande teólogo

A teologia, ou doutrina sagrada, é a ciência de Deus. Os teólogos aceitam verdades reveladas com base na autoridade divina, e tentam torná-las mais fáceis de entender. Eles também extraem as referidas verdades para suas conclusões lógicas.

Tómas tinha uma capacidade insuperável para não só deduzir essas conclusões, mas também sistematizá-las em um todo abrangente. Sua extensa coleção de escritos oferece descrições aprofundadas de Deus, a humanidade e sua reconciliação através de Cristo e Sua Igreja.

Por causa de sua habilidade extraordinária em explicar estes e muitos outros artigos da fé católica, o santo dominicano continua a ser um dos maiores e mais influentes teólogos da história da Igreja.

2) É um brilhante filósofo

O Papa Leão XIII observou em sua encíclica Aeternis Patris: “Não tem nenhuma parte da filosofia que ele (Santo Tomás) não tocou finamente de uma vez e completamente…” (Aeternis Patris 17). O excepcional e exaustivo tratamento de Tomás de Aquino das várias divisões da filosofia – o conhecimento natural de todas as coisas através de suas causas últimas – deve-se à sua notável aptidão para sintetizar o pensamento de Aristóteles com a Doutrina Sagrada.

O produto de sua síntese tornou-se conhecido como tomismo, ou a filosofia perene. Como um bastião da verdade imutável, é uma filosofia que perdura ao longo das eras e fornece respostas às perguntas que enfrentam todas as novas gerações. A relevância atual de Aquino é um testemunho de seu verdadeiro brilho como filósofo.

3) É um modelo de virtude

Antes de receber o título de “Doutor da Igreja”, Santo Tomás era conhecido como o “Doutor Angélico” devido à sua reputação de virtude. Segundo todos os relatos, ele era um menino muito piedoso, muitas vezes passando horas em oração e indagando sobre a natureza de Deus. Tomás professou votos de pobreza, castidade e obediência com a ordem dominicana ainda bastante jovem.

Em anos posteriores, tanto como estudante quanto como mestre, desenvolveu uma reputação de grande humildade. Todas essas virtudes deram frutos no final da vida do santo, quando foi abençoado com numerosos êxtases. Ele é o modelo perfeito para aqueles que procuram o crescimento na virtude.

Sempre que temos dúvidas, a Igreja Católica incentiva-nos a ir a Santo Tómas. Como grande teólogo, brilhante filósofo e modelo de virtude, sempre tem as respostas que buscamos.

Santo Tomás de Aquino, rogai por nós!

[Leia também:

Comentários

comentários

John Laney

John Laney é ex-protestante convertido para o catolicismo romano, e pai de duas meninas incríveis. Quando ele não está ensinando religião, fazendo caminhada, ele escreve em seu blog sobre suas aventuras na fé e paternidade na .
SingleCatholicDad.com.