6 dados interessantes sobre o verdadeiro São Valentim

por -
Dominio Público

No mundo todo se celebra a festa de São Valentim como uma oportunidade para que os namorados e esposos comemorem seu amor. No entanto, o que tem a ver o nome deste santo com esta celebração? O que sabemos sobre ele? Existiu de verdade?

Queremos te apresentar 6 dados interessante sobre o verdadeiro São Valentim.

1) Dois santos com o nome Valentim

Um era Bispo de Interamna e o outro sacerdote de Roma. É possível que se trate do mesmo santo que fora levado da sua cidade para Roma para ser martirizado. Suspeita-se disso porque, além de terem o mesmo nome, ambos foram decapitados na Via Flaminia e são celebrados no dia 14 de fevereiro.

2) Por que é o santo dos namorados?

No ano de 270, o Imperador Claudio II proibiu que os jovens se casassem. Ele acreditava que o jovens solteiros eram melhores soldados. São Valentim desaprovava esta decisão, e por isso casava os jovens escondidos.
No entanto essa versão nunca fora confirmada pelos historiadores.

3) Tentativa de evangelizar o Imperador

São Valentim anunciou o evangelho ao Imperador Claudio II que, apesar de mostrar-se interessado, acabou ordenando seu assassinato. E foi por isso que São Valentim foi decapitado.

4) Veneração em outras religiões

Este santo é venerado na Igreja Católica, mas também na Igreja Ortodoxa, Luterana e na anglicana.

5) Seus restos

Seu crânio se encontra no altar na lateral esquerda da Igreja de Santa Maria em Cosmedim em Roma.

6) Seu nome não aparece no Calendário

A festa de São Valentim não foi incluída por Paulo VI no calendário romano geral em sua revisão de 1969, quando houve a reforma litúrgica. No entanto, sua festa segue sendo celebrada localmente por algumas paróquias e também na forma extraordinária.

Comentários

comentários