A mensagem de Carlo Acutis sobre batalha espiritual que pode te ajudar nesta Quaresma

por -
Créditos: Internet/Reprodução

Antonia Salzano, mãe do beato Carlo Acutis, recentemente relembrou algumas experiências e palavras do filho sobre a batalha espiritual que todos os cristãos vivem, e que podem ser um grande auxílio para você neste tempo de Quaresma!

[Leia também: Mãe de Carlo Acutis conta como o filho a fez voltar para a fé católica]

Em um vídeo, Antonia ressaltou que a Quaresma é um tempo de “crescimento em todos os sentidos”, e que Carlo costumava vivê-la de forma séria e dedicada, como forma de se preparar para a grande festa da Páscoa. Por isso, era comum que ele vivesse grandes combates espirituais, e é isto que ele dizia.

A mensagem de Carlo Acutis sobre batalha espiritual que pode te ajudar nesta Quaresma

Carlo costumava dizer, conta sua mãe, que a alma é como um globo que não consegue erguer-se se está preso a algo. “Devemos nos defender, devemos nos desprender desses laços que nos ancoram. São obstáculos no nosso caminho de perfeição”, explica Antonia.

“Isso requer um compromisso para abrir as portas a Cristo e estar em comunhão com Ele que já nesta terra nos faz pensar no Paraíso”.

[Leia também: Esta é a oração que você pode fazer para pedir a intercessão de Carlo Acutis]

“Nossa vida é o campo de batalha onde podemos obter a glória do Paraíso”, disse ela, por isso, “não se deve perder tempo”. Como diria Carlo Acutis, “cada minuto que passa é um minuto a menos que temos para nos santificar”.

Então “o combate deve ser travado porque recebemos o batismo que nos tirou o pecado original, mas infelizmente não tirou a ferida do pecado”.

Antonia também incentiva a prática das virtudes “de forma heroica”, algo muito caro ao seu filho, porque permite que muitas feridas sejam curadas.

“Se eu me comporto bem e me esforço para alcançar as virtudes, isso já significa viver nesta dimensão de afinidade com Cristo, que mais tarde abre as portas espirituais que de outra forma não conseguiríamos”, disse. “É importante esforçar-se realmente. Esforce-se em tudo”.

Por fim, Antonia lembra que seu filho vivia este tempo “realmente com compromisso”, e convida a todos a fazerem o mesmo, principalmente por meio da oração e dos sacramentos.

“A conversão, como dizia Carlo, não é um processo de soma, mas de subtração. Menos de mim para deixar espaço para Deus (…) não me coloco no centro, não coloco os meus prazeres, nem os meus desejos, mas coloco Cristo lá”.

Exatamente como dizia Carlo: “não eu, mas Deus”. Assim, Antonia incentiva “pequenas renúncias, se possível sacrifícios, pequenas ofertas à Virgem Maria”, em vista de “um combate a sério, como Jesus quando foi tentado pelo demônio, para depois nos prepararmos para a Páscoa”.

Beato Carlo Acutis, rogai por nós!

[Leia também: Os sonhos proféticos que a mãe de Carlo Acutis teve com o filho e São Francisco de Assis]
[Leia também: O milagre eucarístico que ocorreu depois da morte do beato Carlo Acutis]