A surpreendente e pouco conhecida história por trás da famosa Joana D’Arc de Santa Teresinha

por -

A irmã Theresa Aletheia das Filhas de São Paulo explicou uma triste, mas humilde história sobre a famosa foto de Santa Teresa de Lisieux vestida como Santa Joana D’Arc.

Santa Teresinha amava Joana D’Arc e tinha uma profunda devoção por ela. A foto a mostra representando a santa medieval numa peça de teatro (a santa carmelita escreveu duas obras sobre Joana D’Arc).

Aqui está a história completa:

“Nunca soube o plano se fundo da minha foto preferida de Santa Teresinha interpretando Joana D’Arc até pouco tempo, quando um amigo me contou. É fascinante. 

Aparentemente, um homem chamado Leo Taxil havia publicado uma série de autobiografias com conversões de maçons ao catolicismo. A mais popular foi uma autobiografia de Diana Vaughan, que se deu por influência de Joana D’Arc.

A história de Diana ficou muito popular e chegou ao convento carmelita. Teresinha se encantou por seu testemunho e enviou a Diana a foto em que ela representava Joana D’Arc.

Em abril de 1897, Leo Taxil convocou uma conferência de imprensa e revelou a uma multidão de 400 pessoas que ele era Diana Vaughan.

Tudo havia sido um experimento para demonstrar a incredulidade dos católicos franceses. O que ele usou para provar? Uma gigante imagem projetada dessa fotografia de Teresinha, como símbolo de uma religiosa ingênua. Foi uma terrível humilhação para ela. Ela rasgou a carta que havia recebido de “Diana”.

Meses depois, Teresinha enfrentaria a morte. A medida que chegava a hora, lutava contra uma grande escuridão, vivendo a experiência daqueles que não creem.

Certamente isso foi informado pela sua grande recente humilhação. Mas Teresinha ofereceu valentemente este “pão de tristeza” por aqueles que não creem. Apesar de suas amargas provas, sabia que a luz estava do outro lado da escuridão”.

[Leia também: Bandido bom é bandido morto? Saiba o que pensa Santa Teresinha sobre isso]

Comentários

comentários