Como receber Indulgência Plenária durante a epidemia do coronavírus segundo o Vaticano

por -

A Penitenciária Apostólica do Vaticano anunciou uma oportunidade de receber indulgência plenária durante a atual pandemia do coronavírus.
De acordo com o decreto, “o dom das indulgências especiais é concedido aos fiéis que sofrem da doença Covid-19, popularmente conhecida como Coronavírus, bem como aos profissionais de saúde, familiares e todos aqueles que, de alguma forma, inclusive através da oração, cuidam deles”.

Uma indulgência plenária retira todos os castigos temporais causados pelo pecado, mas para que ela seja completamente eficaz, é necessário ter “um espírito desapegado de qualquer pecado”.

Fiéis que se qualificam para uma indulgência plenária durante a pandemia do coronavírus:

– Aqueles que sofrem da doença Covid-19
– Aqueles obrigados a ficar em quarentena por causa do vírus
– Profissionais de saúde, familiares e outras pessoas que cuidam dos pacientes com coronavírus (expondo a si próprios ao contágio)

Fazer pelo menos uma das ações a seguir:

– Unir-se espiritualmente através da internet/TV à celebração da Santa Missa
– Recitar o Rosário
– Prática piedosa da Via Sacra (ou outras formas de devoção)
– Recitar o Credo, o Pai Nosso e “uma invocação piedosa à Bem-aventurada Virgem Maria, oferecendo esta provação num espírito de fé em Deus e caridade para com seus irmãos e irmãs”.

Também deve-se realizar todas as seguintes ações o mais rápido possível (consideradas as três condições normais para uma indulgência plenária):

– Confissão sacramental
– Comunhão eucarística
– Oração pelas intenções do Papa

Os fiéis que não sofrem do coronavírus podem:

“Implorar ao Deus Todo-Poderoso pelo fim da epidemia, alívio para aqueles que estão aflitos e a salvação eterna para aqueles a quem o Senhor chamou por Si.”

Além das condições gerais mencionadas acima para uma indulgência plenária, faça pelo menos uma das opções:

– Visite o Santíssimo Sacramento ou vá à adoração eucarística
– Leia as Sagradas Escrituras por pelo menos meia hora
– Recite o Santo Rosário
– Faça um exercício piedoso da Via Sacra
– Recite o Terço da Divina Misericórdia

Indulgência plenária para aqueles que não podem receber a Unção dos Enfermos:

O decreto acrescenta que “a Igreja ora por aqueles que se encontram incapazes de receber o Sacramento da Unção dos Enfermos e o Viático, confiando cada um à Divina Misericórdia em virtude da comunhão dos santos e concedendo aos fiéis uma Indulgência Plenária no momento da morte, desde que estejam devidamente dispostos e tenham recitado algumas orações durante a vida (neste caso, a Igreja dispensa as três condições usuais exigidas). Para receber essa indulgência, recomenda-se o uso do crucifixo ou da cruz”.

Rezemos por todos aqueles que sofrem com o coronavírus no mundo!

[Leia também: Coronavírus: a história do Crucifixo milagroso diante do qual o Papa Francisco rezou]

Comentários

comentários