Depois de Santa Sofia, outra importante igreja bizantina virará mesquita na Turquia

Créditos: Twitter/Reprodução

Triste notícia!

Após a Basílica de Santa Sofia, na Turquia, ter sido reaberta oficialmente como uma mesquita muçulmana em 24 de julho, o presidente Recep Tayyip Erdogan não quis parar por aí.

[Leia também: “Dia de luto”: Basílica de Santa Sofia é reaberta como mesquita]

Em um novo decreto assinado pelo líder do país em 21 de agosto, outra antiga igreja bizantina deixará de ser museu para também virar uma mesquita. Trata-se do Monastério de São Salvador da Coroa, em Istambul, que é reconhecido mundialmente como patrimônio cultural e um dos maiores exemplos da arte bizantina.

Construída em 534, durante o período bizantino, a igreja tem muros e colunas ornadas com mosaicos que datam do século XI. Assim como aconteceu com Santa Sofia, foi transformada em mesquita em 1511 pelo Império Otomano e, anos mais tarde, em 1945, virou um museu.

Pelo Twitter, um usuário disse: “Enquanto isso, notícias chocantes da Turquia de novo – depois de Hagia Sofia, a histórica igreja de Chora também será transformada de museu para mesquita. O belíssimo mosaico bizantino e as pinturas serão cobertos por painéis feios como em Santa Sofia. Vergonhoso e triste!”

E completou: “Este é um duro golpe para a credibilidade da Turquia como um país civilizado e sua capacidade de preservar a arte milenar de todas as tradições. Esta última insanidade só afastará a Turquia da civilização ocidental.”

De acordo com o portal Ásia News, estas mudanças são consideradas “um insulto para o patrimônio cultural da humanidade, inclusive maior do que o sofrido por Santa Sofia“. E classificou como uma “ambição arrogante” dos políticos.

Confira as imagens dos mosaicos do Monastério de São Salvador da Coroa:

Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução
Créditos: Twitter/Reprodução

Rezemos pela Turquia!

[Leia também: Basílica de Santa Sofia será transformada em mesquita; Papa e líderes ortodoxos lamentam