Em vídeo, Padre Robson comenta acusações e fala do afastamento das atividades

Créditos: Facebook/Reprodução

O Padre Robson de Oliveira Pereira, fundador e presidente Associação dos Filhos do Pai Eterno (Afipe) em Trindade (GO), divulgou um vídeo em suas redes sociais comentando sobre as investigações que o apontam como autor de um milionário desvio de dinheiro.

O sacerdote conta que pediu o afastamento das funções na associação e também do cargo de reitor da Basílica/Santuário do Divino Pai Eterno de Trindade. Segundo ele, a medida é para ajudar no andamento das investigações.

“Eu sempre estive e continuo à disposição do Ministério Público. Por isso, esse meu pedido de afastamento vai me permitir colaborar com as apurações da melhor forma e com a total transparência, para que seja confirmado que toda doação que fazemos ao Pai Eterno; terços rezados, o dinheiro doado, tempo, carinho, trabalho empregado na evangelização… foi toda, repito, toda empregada na própria associação, na Afipe, em favor da evangelização”, falou.

Ele também se disse tranquilo e espera que a verdade seja feita: “Meu coração está sereno, confiante de que tudo será esclarecido o mais breve possível“.

E disse ainda: “Neste momento de provação eu tenho certeza que esta obra não vai ser abalada, porque Deus é o nosso Pai e nunca desampara seus filhos. Eu peço a vocês, devotos do Pai Eterno, que permaneçam unidos em oração, rezando comigo as novenas, os terços e pedindo para que tudo isso seja resolvido com maior brevidade possível”.

Confira o vídeo completo:

🙏🏼

Posted by Padre Robson de Oliveira on Saturday, August 22, 2020

Clique aqui caso não consiga ver o vídeo

Rezemos pelo Padre Robson!

[Leia também: Padre Robson é proibido de exercer ministério sacerdotal e aparecer em programas de TV temporariamente]
[Leia também: Arquidiocese de Goiânia se pronuncia sobre investigação do Padre Robson]