Este jovem morreu na explosão de Beirute segurando um crucifixo: “Esteve rezando o tempo inteiro”

O jovem Joe Elias Akiki, de 23 anos, foi uma das centenas de vítimas fatais da explosão que aconteceu em Beirute, capital do Líbano, na semana passada.

Mas seu testemunho está emocionando milhares de pessoas nas redes sociais.

O corpo de Joe foi encontrado soterrado três dias após a explosão. E agarrado à sua mão, estava um pequeno crucifixo.

A colunista do jornal Khaleej Times, Christiane Waked, postou em sua conta do Twitter:

Clique aqui caso não consiga ver o post

Preso por três dias em um prédio que desmoronou, Joe Akiki esteve rezando o tempo inteiro segurando a cruz na sua mão, ele morreu rezando, ele morreu calmamente”, diz ela.

Joe era estudante de Engenharia Elétrica na Universidade de Notre Dame – Louaize (NDU) no Líbano, desde 2016 e trabalhava no porto de Beirute para pagar os estudos.

Também pelo Twitter, a Universidade prestou uma homenagem ao jovem:

Clique aqui caso não consiga ver o post

O post começa citando a frase de Santa Teresinha do Menino Jesus, “Não morro, entro na vida”.

E continua: “É com dor no coração que a NDU dá adeus a Joe Elias Akikic, estudante de Engenharia Elétrica desde 2016. A NDU envia profundas condolências à família e pessoas próximas. Que sua alma descanse em paz”.

A explosão em Beirute atingiu um raio de nove quilômetros, destruindo casas, prédios, carros, igrejas, hospitais e etc. Estima-se que, até o momento, mais de 150 pessoas tenham morrido e cerca de 5 mil tenham ficado feridas.

Descanso eterno, dai-lhe, Senhor!

[Leia também: [Vídeo] Impressionante! Teto desaba durante missa na explosão em Beirute]

Comentários

comentários