Estes 4 santos receberam como presente de Natal o Menino Jesus

por -

Alguns santos tiveram a alegria de ter o melhor presente de Natal de todos: puderam ver o Menino Jesus em pessoa.
Sabe-se de ao menos quatro santos que tiveram a benção de uma experiência mística com o Menino de Belém e a descreveram em suas cartas ou diários:

Santa Teresinha do Menino Jesus

Como ela escreveu em seu diário, que mais tarde seria sua autobiografia intitulada “História de uma alma”, na véspera de Natal de 1886, ela teve um momento místico com Jesus:

“Naquela noite abençoada, o doce Menino Jesus, com apenas uma hora de idade, encheu a escuridão da minha alma com raios de luz. Ao se tornar fraco e pouco por amor a mim, ele me fez forte e corajosa: ele colocou suas próprias armas em minhas mãos para que eu fosse de vitória em vitória, começando, se posso assim dizer, a correr como uma gigante”.

Santa Gema Galgani

Em 1902, a santa presenciou uma aparição em plena Missa do Galo. Na hora do ofertório, o Menino Jesus se aproximou dela e a apresentou à Virgem desta maneira:
“Vi Jesus, que me ofereceu como vítima ao Pai Eterno. Eu fiquei muito feliz. Ele me atraiu para ele; então ele me levou à nossa Mãe e me apresentou a ela dizendo: “Esta minha filha querida, tu deves considerá-la como filha da minha Paixão”.

Ela escreveu toda a sua experiência mística ao seu diretor espiritual. No final, ela disse: “Padre, meu coração continua batendo forte”.

Santa Faustina Kowalska

No Diário de Santa Faustina, se pode ler como a santa descreveu sua visão da Noite Santa em 1937:

”Quando cheguei à missa da meia-noite, desde o início mergulhei em uma lembrança profunda, durante a qual vi o estábulo de Belém cheio de grande esplendor. A Santíssima Virgem, toda perdida no amor mais profundo, envolvia Jesus em panos, mas São José ainda dormia. Só depois que a Mãe de Deus colocou Jesus na manjedoura, a luz de Deus despertou José, que também orou. Mas depois de um tempo, fiquei sozinha com o Menino Jesus, que estendeu as pequenas mãos até mim e eu entendi que deveria segurá-lo em meus braços. Jesus pressionou sua cabeça contra o meu coração e me fez compreender, pelo seu olhar profundo, o quanto ele gostava de estar ao lado do meu coração.”

São Francisco de Assis

São Boaventura, redator da biografia de São Francisco de Assis, escreveu como o Menino Jesus apareceu na frente de uma multidão que observava o presépio feito por São Francisco:

“O homem de Deus [São Francisco] estava diante da manjedoura, cheio de devoção e misericórdia, banhado em lágrimas e radiante de alegria; O Santo Evangelho foi encantado por Francisco, o levita de Cristo. Então ele pregou ao povo em torno da natividade do pobre rei; e incapaz de pronunciar seu nome por causa da ternura do seu amor, ele o chamou de “bebê de Belém”. Um corajoso soldado, John de Greccio, que, pelo amor de Deus, havia abandonado a guerra deste mundo e se tornado um amigo querido desse homem santo, disse que viu a criança maravilhosamente linda dormindo na manjedoura, a quem o abençoado pai Francisco abraçou com os dois braços, como se o despertasse do sono.”

[Leia também: 5 dicas simples para ter o melhor natal para sua alma]

Comentários

comentários