Filho morre para salvar a mãe em atentado na Catedral de Campinas

por -
Facebook Sidnei Vitor Monteiro / Reprodução EPTV

Mãe e filho estavam entre as vítimas do ataque que aconteceu na tarde de ontem na Catedral de Campinas.

A mãe, Jandira Monteiro, 65 anos, sobreviveu, no entanto, seu filho, Sidnei Victor Monteiro, de 39 anos, foi uma das vitímas fatais do atentado.

Jandira e Sidnei foram a Campinas para uma consulta com o dentista, e no caminho resolveram passar na Catedral para fazer uma oração.

Enquanto rezavam, viram o atirador disparar contra todos que estavam ali na Igreja. Segundo testemunhas, Sidnei cobriu a mãe com seu corpo, protegendo-na dos disparos.

Sidnei morreu no local e sua mãe foi levada para o hospital municipal Mario Gatti com ferimento no tórax, estilhaço na mão direita e fratura na clavícula.

Silvio Antonio Monteiro, irmão de Sidnei e filho de Jandira disse à imprensa que a mãe ainda não sabe da morte de Sidnei.

Não consigo falar o que estou sentindo porque nem vi o meu irmão. Minha mãe pergunta dele toda hora, mas eu disse a ela que ele está bem, está sendo bem cuidado”.

Que diante de tempos tão difíceis o testemunho de Sidnei possa nos inspirar: “Não há maior amor do que aquele que dá a vida pelos seus irmãos”.

[Leia também: Homem invade Catedral de Campinas e atira em fiéis enquanto rezavam]

Comentários

comentários