Freira vence Covid-19 bem a tempo de comemorar seu aniversário de 117 anos!

por -
Créditos: Internet/Reprodução

Bendito seja Deus!

A Irmã André Randon, religiosa das Filhas da Caridade, é segunda pessoa mais idosa do mundo segundo a Gerontology Research Group e acaba de vencer o Covid-19 bem a tempo de comemorar seu aniversário de 117 anos!

[Leia também: Freira mais idosa do mundo completa 116 anos]

A religiosa vive na casa de repouso Santa Catarina de Labouré, em Toulon (França), e foi uma dos 81 moradores a contraírem o vírus. Ela testou positivo para o novo coronavírus em 16 de janeiro e, segundo o jornal Var Matin, ela afirmou que “nem sequer me dei conta que estava infectada”.

Perguntada durante uma entrevista sobre o que achava da Covid-19, ela disse com tranquilidade: “Passou e passará”.

David Tavella, responsável pela residência, informou que a religiosa não temeu o vírus. “Ela não me perguntou sobre sua saúde, e sim sobre seus hábitos. Por exemplo, queria saber se os horários de comer ou dormir mudariam. Ela não mostrou medo da doença. Por outro lado, estava muito preocupada pelos outros residentes“, disse ele.

Irmã André se recuperou da doença bem a tempo de comemorar seu aniversário de 117 anos, que será na quinta-feira (11). David Tavella contou ainda que ela está “muito tranquila e está ansiosa”.

A freira mais idosa do mundo

A religiosa, nascida em 1904, viveu na pele duas guerras mundiais e a beleza de 10 pontificados!

Lucile Randon, seu nome de batismo, converteu-se ao catolicismo aos 19 anos e ingressou no convento das Filhas da Caridade aos 40 anos. Uma vocação tardia aos olhos de muitos, mas que dura 76 anos! Por 28 anos, cuidou de idosos e órfãos no hospital de Vichy. Aos 105 anos ela se mudou para Toulon, onde reside até hoje.

A sua receita secreta para a felicidade? “Rezar e beber uma xícara de chocolate todos os dias”.

Embora esteja cega e em cadeira de rodas, a Irmã André nunca perdeu o senso de humor e sempre pede para rezarem por ela, acrescentando: “que o Bom Deus não seja muito lento em me fazer esperar mais. Ele está exagerando um pouquinho…”

Mais velha que a Irmã André, só a japonesa Tane Tanaka, de 118 anos.

Rezemos por ela!

[Leia também: Religiosa de 102 anos vence o coronavírus e celebra aniversário junto com sua comunidade]
[Leia também: Frei franciscano completa 101 anos em plena pandemia e comemora celebrando a Missa]