Giroud e Lucas Moura realizam evento em apoio à Cristãos perseguidos

por -
REUTERS/Darren Staples

Um relatório da “Ajuda à Igreja que Sofre”, feito entre junho de 2016 a junho de 2018, mostrou que aproximadamente 300 milhões de cristão são perseguidos no mundo. O cristianismo é a comunidade de fé que mais sofre formas de opressão e intolerância no mundo.

Diante disso, o jogador da seleção francesa e do Chelsea, Olivier Giroud, organizou um evento em parceria com outros jogadores, entre eles o brasileiro Lucas Moura, para arrecadar fundos e ajudar no combate à perseguição aos cristãos ao redor do mundo.

[Leia também: Jogador Sergio Ramos é batizado na Igreja Católica]

O evento, além de arrecadar dinheiro, conseguiu chamar a atenção da grande mídia, que praticamente ignora a realidade dos cristãos perseguidos pelo mundo.

Giroud contou à imprensa que “se estou aqui, é poque tenho uma estrela que me guia. Essa estrela é Deus e seu filho. Estou convencido de que o que estou fazendo é para um propósito: servir a Jesus a Cristo. É inimaginável ver tantos cristãos perseguidos no mundo hoje. É incrível ter números assim. Nós temos que falar sobre isso. (A sociedade) Precisa ter consciência”.

O evento foi realizado em parceria com a French Connect and Plus Que Sportifs e ONG Missão Portas Abertas.

[Leia também: Milagres são atribuídos aos 21 cristãos coptas decapitados pelo estado islâmico]

Comentários

comentários