Intolerância religiosa no Chile: incendeiam igrejas e vandalizam imagens da Virgem Maria

Créditos: Twitter / Facebook

Uma triste série de atos de intolerância religiosa no Chile deixou duas igrejas atingidas: a Paróquia de São Francisco de Borja e a Igreja da Assunção. Os atos de vandalismo foram produzidos na jornada do dia 18 de outubro, data em que completou-se um ano da onda de protestos que sacudiu o país.

As duas igrejas se encontram no entorno da Plaza Itália, ponto de referência e concentração dos manifestantes. Neste contexto, um grupo de delinquentes encapuzados as atacou.

A Paróquia de São Francisco de Borja, dedicada ao serviço religioso dos Carabineros (polícia) de Santiago do Chile foi saqueada e incendiada. Além disso, os grupos encapuzados roubaram imagens e queimaram em via pública.

Veja aqui os vídeos dos covardes ataques:

Clique aqui caso não consiga ver o post

Clique aqui caso não consiga ver o post

Clique aqui caso não consiga ver o post

A Igreja da Assunção também sofreu com o vandalismo destes grupos. As tristes imagens nos mostram como a cúpula queima e termina por colapsar ao ser consumida pelas chamas.

Veja aqui o vídeo deste triste momento:

Clique aqui caso não consiga ver o post

A Conferência Episcopal do Chile emitiu uma declaração pelos terríveis ataques. “Os acontecimentos das últimas horas em Santiago e outras cidades do Chile mostram que não há limites para quem exacerba a violência”, começa o comunicado.

“Contemplamos com tristeza as agressões, saques e ataques a lugares de oração, espaços sagrados dedicados a Deus e ao serviço solidário das pessoas. Dói-nos ver um templo patrimonial de Santiago destruído e que a destruição seja celebrada”.

Além de condenar o vandalismo, a Conferência Episcopal ressalta que “Estes grupos violentos contrastam com muitos outros que sa manifestaram pacificamente”.

A Virgem Maria vandalizada com lemas pró-aborto

A jornada de protestos deixou outros sinais de intolerância. Neste caso, foi no Município de Pirque, no entorno de Santiago no Chile, onde um grupo de manifestantes pró-aborto vandalizou uma imagem da Virgem Maria.

Dejamos más imágenes de una lamentable jornada. Hacemos un llamado a mantener el respeto entre vecinos y no caer en este tipo de actos que solo traen violencia.

Posted by Municipalidad de Pirque on Sunday, October 18, 2020

Clique aqui caso não consiga ver o post

As fotos mostram o rosto de uma imagem da Virgem Maria enrolada com um pano verde e pichações que dizem “aborto livre” e “tire seu rosário do meu ovário”.

Senhor, tende piedade! Rezemos para que tenham fim estes ataques demoníacos.

[Leia também: Eucaristia e arte sacra são profanadas e igreja é roubada em terrível ataque na Itália]
[Leia também: Exorcista convoca corrente de oração para combater Satanás e os ataques contra a Igreja]