Milagre de São Januário acontece mais uma vez em Nápoles

por -
Homem Culto

Na última segunda-feira, dia 19, se repetiu o milagre da liquefação do sangue de São Januário, Bispo e santo padroeiro de Nápoles.

O Arcebispo de Nápoles, Cardeal Crescenzio Sepe, levantou o relicário que contém o sangue do santo do século III enquanto levantavam um tradicional lenço branco.

O milagre consiste em que o sangue ressecado se converte em sangue completamente líquido, chegando a cobrir todo o vidro. O processo de liquefação às vezes dura várias horas, inclusive dias ou em algumas ocasiões não acontecem.

O sangue seco de São Januário é conservado em duas ampolas de vidro e tradicionalmente acontece a liquefação do sangue três vezes por ano: no primeiro domingo de maio, no dia 19 de setembro, festa do Santo e em 16 de dezembro. A Igreja diz que o milagre acontece graças à dedicação e as orações dos fiéis.

No dia 21 de março do 2015, enquanto o Papa Francisco dava alguns conselhos aos religiosos, sacerdotes e seminaristas de Nápoles, também ocorreu o milagre da liquefação do sangue de São Januário.

Alguns trechos extraídos da Aci Digital.

[Leia também: Veja o suposto “milagre eucarístico” em Tangará da Serra-MT]