Milagre do sangue de São Januário se liquefaz neste 16 de dezembro!

por -
Créditos: Cappella di San Gennaro/Facebook

Nesta quinta-feira, 16 de dezembro, o milagre da liquefação do sangue de São Januário ocorreu na Catedral de Nápoles, na Itália.

De manhã, cerca das 9h (horário local), o monsenhor Vincenzo De Gregorio, abade da Catedral, abriu o cofre onde se guarda a relíquia e encontrou o sangue em consistência sólida.

No entanto, o relicário com o sangue foi colocado no altar e lá permaneceu na esperança que o milagre ainda acontecesse. E ocorreu! Às 17h59, o sangue se liquefez e a ampola com o sangue líquido foi mostrada aos fiéis tradicionalmente com o abano do lenço branco que confirma o milagre.

A informação foi publicada na página do Facebook da Capela de San Genaro. O texto indicou que “a cerimônia aconteceu excepcionalmente no altar-mor da catedral de Nápoles e não, como de costume, na capela de são Januário, em respeito às normas anticovid-19”.

Em 2020, o milagre não ocorreu nesta data e, na ocasião, o monsenhor Vicenzo ressaltou que “o dia 16 de dezembro normalmente é assim, não se liquefaz no momento. Mesmo com atraso, pode se liquefazer no dia seguinte”.

Confira o vídeo:

Créditos: La Stampa

O sangue costuma se liquefazer três vezes ao ano: no primeiro domingo de maio, na festa do santo (19 de setembro) e em 16 de dezembro, dia que marca o acontecimento de um milagre pela sua intercessão, que evitou um desastre após a erupção do vulcão Vesúvio, em 1631.

São Januário foi bispo da cidade de Nápoles no século III d.C. e acredita-se que ele foi martirizado durante as perseguições do imperador Diocleciano.

São Januário, rogai por nós!

[Leia também: Milagre de São Januário não acontece como previsto neste 16 de dezembro]
[Leia também: Milagre do sangue de São Januário se repete neste 19 de setembro de 2021!]
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.