Notre-Dame será restaurada com projeto original e não com projeto modernista

por -

Muitos estavam preocupados com a reconstrução da Catedral Notre-Dame de Paris, pois o presidente da França, Emmanuel Macron, havia pedido que a nova estrutura tivesse uma “reconstrução moderna”, como indicou o site Dezeen.

No entanto, o jornal Le Monde, indicou que o Senado escreveu o projeto de lei dando indicações oficiais para a restauração da catedral, e que nela está contido que o projeto deve ser fiel ao “último estado visual conhecido”.

Isso quer dizer que não terá ideias “modernas” relacionada a estrutura da Igreja, e sim que a recuperação ficará o mais próximo possível ao que era antes do incêndio.

Inclusive, no projeto de lei, o Senado indicou que deve-se usar o mesmo material com que a Catedral foi fabricada. Para usar outro tipo de material é necessário uma justificativa formal.

Reação do presidente francês

O presidente da França disse no último dia 24 que a catedral era uma aliança entre a tradição e a modernidade, uma “audácia respeitosa”. “Portanto, seria melhor criar uma nova catedral, respeitando o antigo conceito, mas agregando conceitos mais modernos”.

Respostas ao presidente

O senador Olivier Paccaud respondeu tenazmente ao presidente de seu país: “O discurso presidencial não faz lei”. Deixando claro que por mais que Macron tenha suas opiniões, é o Senado quem dá a última palavra ao respeito.

Por outro lado, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, opinou que o mais favorável para a catedral é que conserve a estrutura do século XIX, enquanto que o senador Bruno Retailleau foi mais incisivo ao indicar que nenhuma “indignidade” moderna deve afetar sua estrutura.

[Leia também: Quem é o dono da Catedral de Notre Dame? A resposta vai surpreendê-lo]

Comentários

comentários