O alarmante encontro entre um diácono e uma satanista dentro de uma paróquia

por -
Créditos: Internet/Reprodução

Muitos padres alertam para o crescimento do satanismo e o associam à perigosa sucessão de profanações às igrejas. O encontro entre um diácono e uma satanista dentro de uma paróquia alerta todos os fiéis sobre o quão vigilantes devemos ser para evitar atos sacrílegos.

Em um artigo escrito para o Diário do Exorcista, Monsenhor Stephen Rossetti relata a experiência de um diácono que conseguiu impedir a profanação da Eucaristia em sua paróquia. Aqui está o relato:

O alarmante encontro entre um diácono e uma satanista dentro de uma paróquia

Um diácono permanente compartilhou comigo esse encontro. Ocorreu antes de ele estar envolvido em nosso ministério de libertação. Na época, ele também era policial na ativa:

‘Entrei pela porta lateral da nossa igreja por volta das 16h20 para me preparar para a missa das 17h. Meu humor não estava muito bom e fiquei triste por ter que deixar meus filhos em casa se divertindo sem mim. Mas com a Providência, não há acidentes.

Entrando na igreja, encontrei uma jovem que obviamente havia descido do santuário e estava no corredor. Ao se aproximar sorrindo, ela parecia outra jovem mal orientada e mal vestida, com calças largas, uma regata e um penteado de medusa. Ao diminuir a distância caminhando um em direção ao outro, eu (sendo um policial treinado há mais de dez anos) observei uma tatuagem na base de seu pescoço. Eu imediatamente a reconheci como um símbolo de Satanás – uma cruz invertida. Ela então proferiu algumas blasfêmias sobre Deus e Jesus.

Olhei para o altar para ver se o tabernáculo havia sido tocado ou se o altar havia sido difamado. Confiante de que nada de grave havia acontecido, perguntei: “O que você tem no copo?” (Ela estava segurando um copo de criança cheio de líquido claro e um lírio branco que veio do nosso arranjo do altar.) Ela sorriu novamente e disse: “É apenas um pouco de (…) água benta”. “Por que você iria querê-la?”, eu perguntei, sem me distrair com suas blasfêmias e palavrões. “Eu preciso disso para exorcismos. Eu sou uma bruxa. Eu adoro a Satanás.”

[Leia também: Mulher atacada por demônios revela o poder da água benta contra o mal]

Coloquei minha mão na pia de água benta e me abençoei. Ela disse: “Mantenha essa [palavra de profanação] longe de mim” e recuou dois passos. Ela estava, sem dúvida, procurando acesso ao Santíssimo Sacramento e se contentou com água benta.

Fiz minha cara de trabalho e disse: “Sou policial e estou lhe dando um convite oficial para sair daqui e não voltar”. Ela pareceu abalada e obedeceu imediatamente. Ela escreveu em nosso livreto de intenção de Oração dos Fiéis na entrada da igreja. Ela rabiscou nas folhas um convite para rezar a Satanás e “entregar-se à vida”. Ela também escreveu: “Deus [palavra de profanação], queime a bíblia, salve Satanás. Satanás ama você, mais ou menos”.

Essa mulher não era maluca. Ela era alegre, sorridente, profana e estava em uma missão. Sua presença me fez sentir a total ausência de amor, calor ou bondade. Eu vi o mal e o lado ruim nas pessoas muitas vezes em meu ofício como policial. Esta foi a primeira vez que senti alguém absolutamente se deleitar com isso. Ela tinha uma aura de malevolência. Senti-me sujo com a presença dela e queria tomar banho.

Informei o pastor da “invasão”. Ele então me contou sobre um padre amigo seu cuja secretária paroquial era uma sacerdotisa satânica. Ela aceitou o trabalho apenas para ter acesso ao Santíssimo Sacramento.

A igreja de Satanás existe. Eles pregam uma indulgência em todas as coisas que fazem a pessoa se sentir bem. Reconheci esse “dogma” em sua nota para “entregar-se à vida”. O mal vem até nós sorrindo, assim como essa bruxa fez. Ofereci um rosário a Nossa Senhora pela sua conversão.

Tenho orgulho do nosso diácono. Ele respondeu às suas blasfêmias com cuidado para com o sagrado. Ele respondeu à sua profanação com respeito. Ele respondeu ao ódio dela com uma oração amorosa a Maria por ela.

Rezemos pela conversão dos pecadores!

[Leia também: O incrível relato (e o alerta!) de 3 ex-satanistas que retornaram à Igreja Católica]
[Leia também: Exorcista revela pequena oração que faz os demônios fugirem instantaneamente]