O inspirador testemunho do padre que tem 100 anos e ainda é pároco

Créditos: Diocese de Beaumont

Padre Luis Urriza nasceu no dia 19 de agosto de 1921 em Navarra, na Espanha, e foi ordenado sacerdote há 77 anos! Hoje, o sacerdote ainda serve como pastor na Diocese de Beaumont, no Texas (EUA).

Ele completou o ano de noviciado na região espanhola de Calahorra e professou os votos temporários na Ordem de Santo Agostinho em 1937. Estudou filosofia em Calahorra e teologia entre Calahorra e El Escorial. Ele professou os votos solenes em 1941.

Foi ordenado sacerdote em 1944 e continuou a servir em Calahorra como professor e capelão do exército espanhol em León. No final de 1949 foi enviado para os Estados Unidos. Depois de passar por Nova York e Port Arthur, foi enviado para a cidade de Beaumont, onde permaneceu de 1952 a 1963.

Mais tarde, foi enviado para Waxahachie e San Antonio, no Texas. Em 1975 deixou o ministério paroquial para se dedicar por dois anos à divulgação do “Movimento por um mundo melhor” nos Estados Unidos. Em 1977 regressou a Beaumont, precisamente na Paróquia de Cristo Rei, onde é pároco até hoje.

Na paróquia, fundada em 1951, e com a ajuda do vigário paroquial, Pe. Michael Minifie, Urriza atendeu 635 famílias. Em 2009, o Papa Bento XVI concedeu ao Padre Luis a “Cruz Pro Ecclesia et Pontifice”, um prêmio pelo grande serviço à Igreja Católica e ao Papa.

Em 2019, centenas de fiéis também se reuniram na Paróquia Cristo Rei para a celebração dos 75 anos de sacerdócio do Padre Urriza. Na ocasião, o atual Bispo emérito de Beaumont, Dom Curtis Guillory, agradeceu ao sacerdote por “seus muitos anos de ministério no sudeste do Texas” e comentou que o Pe. Urriza “inspirou e motivou muitos durante seu ministério”.

Rezemos por ele e por todos os sacerdotes!

[Leia também: Depois de ter 12 filhos e ficar viúvo, ele tornou-se padre e com 90 anos celebra missas diariamente]
[Leia também: Era um médico bem sucedido, mas decidiu deixar tudo para se tornar padre]