O Terço da Divina Misericórdia expulsa os demônios das almas agonizantes

por -

Uma das orações mais poderosas na face da terra é o Terço da Divina Misericórdia.

E isso vale principalmente para os moribundos.

Jesus, certa vez, disse à Santa Faustina estas palavras:

“Minha filha, incentive as almas a rezarem este Terço que Eu Vos dei. Me agrada dar tudo o que me pedem por meio da recitação dele (…) Escreve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso”  (Diário de Santa Faustina, 1541)

Que incrível promessa feita pelo Nosso Senhor! Ele ficará entre a pessoa que está morrendo e o Pai como um Salvador misericordioso!

Deixe-me compartilhar uma conversa que tive uma vez e como me relacionei com a vida de Santa Faustina em relação a rezar o Terço da Divina Misericórdia pelos moribundos.

Eu falei com uma freira que disse que rezou o Terço da Divina Misericórdia com um dos seus pacientes à beira da morte.

Enquanto rezava, ela sentiu algo “passar” por ela e sair da sala. Esse relato me surpreendeu, em parte por causa da própria história, mas também por um relato semelhante de Santa Faustina.

Faustina, a grande santa da Divina Misericórdia, contou uma experiência semelhante durante sua vida. A diferença é que ela viu o que realmente aconteceu por trás do véu no reino do sobrenatural.

Santa Faustina descreve nos seus escritos. Nosso Senhor disse a ela:
“Minha filha, ajuda-Me a salvar um pecador agonizante; reza por ele o Terço que te ensinei”.

Faustina então começou:

“Quando comecei a recitar este Terço, vi o agonizante em terríveis tormentos e lutas. Defendia-o o Anjo da Guarda, mas estava como que impotente diante da enormidade da miséria dessa alma.

“Uma multidão de demônios estava esperando pela alma”.

“No entanto, durante a recitação do Terço, vi a Jesus da forma como está pintado na Imagem. Os raios que saíam do Coração de Jesus envolveram o enfermo, e as forças do mal fugiram em pânico”.

“O enfermo exalou tranquilamente o último suspiro. Quando caí em mim mesma, entendi o quão importante é o Terço para os moribundos. Ele apazigua a ira de Deus”. (Diário de Santa Faustina, 1565)

Como se esse episódio não fosse o suficiente para nos convencer a rezar o Terço da Divina Misericórdia pelos moribundos, o Senhor também acrescentou à sua promessa:

“Defendo toda alma que recitar esse Terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória, ou quando outros o recitarem junto a um agonizante, eles conseguem a mesma indulgência. Quando recitam esse Terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma”. (Diário de Santa Faustina, 811).

Estas promessas são enormes e incríveis.

Sabendo que rezar o Terço da Divina Misericórdia dura de 5 a 7 minutos, isto é fantástico e uma excelente obra de misericórdia corporal que está ao alcance de todos.

Que possamos acreditar que, através do testemunho de Santa Faustina e da secretária da misericórdia de Deus, uma das maiores coisas que podemos fazer por uma pessoa que está morrendo é rezar o Terço da Divina Misericórdia por ela.

Vi em primeira mão o poder desse Terço em relação aos moribundos, não apenas em minha conversa com a enfermeira mencionada acima, mas em minhas muitas experiências em fornecer os últimos sacramentos.

Eu, rotineiramente, rezo o Terço da Divina Misericórdia pela pessoa moribunda quando estou indo até ela. Gosto de pensar nele como uma “proteção” quando me aproximo da misericórdia do Senhor manifestada nos sacramentos.

Muitas vezes, enquanto estava no quarto com os moribundos, percebi as mãos misericordiosas do Senhor os segurando, como só Ele, o Bom Pastor, pode fazer.

A misericórdia de Deus é incrível. E Ele quer todos os Seus filhos em casa com Ele, não importa o quão sombrio sejam os pecados deles, e não importa quantos demônios os esperem.

Ele mesmo disse à Santa Faustina que “quanto maior o pecador, maior o direito que têm à Minha misericórdia”.

Com todo o incentivo que posso dar, vos exorto: da próxima vez que souber de alguém está morrendo, especialmente os que são próximos a você, tire 5 a 7 minutos e reze o Terço por eles. Ajude o Senhor a salvá-los.

Que incrível é poder cooperar com a entrada de uma alma na vida eterna na casa do Pai – e fazer os demônios fugirem quando os raios da Divina Misericórdia aparecerem.

Vamos terminar com esta oração saída dos lábios da própria Santa Faustina:

“Ó Jesus, inspirai as almas a rezar frequentemente pelos moribundos.” (Diário de Santa Faustina, 1015).

Comentários

comentários