Pastor e sua família se convertem ao catolicismo: “O Senhor me deu um forte desejo pela Verdade”

por -
Créditos: Andrew Petiprin/Facebook

O ex-pastor episcopaliano Andrew Petiprin, de uma variante da Igreja Anglicana nos Estados Unidos, anunciou a sua conversão ao catolicismo e que ele, sua esposa e seus dois filhos seriam batizados no dia seguinte.

Em seu Twitter, ele escreveu: “Meu escritório foi arrumado, minha carta de renúncia já está enviada. Meu último cheque recebido já está na conta. Amanhã seremos católicos e não terei trabalho. Não tenham medo!”

A mensagem rapidamente viralizou e ele e a família começaram a receber muitas mensagens de boas-vindas.

No dia seguinte, todos foram batizados na Solenidade da Mãe de Deus (1º de janeiro), e ele escreveu em seu facebook:

“As boas-vindas que nos deram na igreja de São Patrício aqui em Nashville foi emocionante. Obrigado Senhor pela sua bondade conosco. Obrigada a Virgem Maria e a todos os santos no céu rezando por nós e nos dando o exemplo da plenitude. Obrigado a todos no mundo que rezaram por nós e nos apoiaram”.

Em entrevista ao portal ACIPrensa, Andrew Petiprin disse que se sente “muito agradecido pelos amigos católicos que fez através do Twitter. Muitos que nunca chegou a conhecer pessoalmente, mas foram pessoas importantes durante o caminho“.

E completou: “O Senhor me deu um forte desejo pela Verdade. Minha decisão não se baseia no que vejo erroneamente no anglicanismo, mas no meu desejo de acreditar em tudo aquilo que a Igreja ensina“.

“Minha esposa e meus filhos também foram recebidos e confirmados, e nós quatro recebemos a Primeira Comunhão juntos. Estamos emocionados pelo fato de saber que viveremos como uma família católica”.

Quando perguntado sobre o seu futuro de desempregado, ele comentou que pensa em “discernir sobre uma eventual formação para o sacerdócio católico, mas agora me sinto mais tranquilo em encontrar um bom trabalho e viver a fé com a minha família sendo leigo“.

A Igreja Católica permite que ex-pastores anglicanos e episcopalianos casados possam ser ordenados sacerdotes católicos em caso de conversão. Em 2009, o Papa Bento XVI escreveu a Constituição Apostólica Anglicanorum Coetibus, que regulamenta a instituição de ordinariatos pessoais para anglicanos que entram na plena comunhão com a Igreja Católica. Mas claro, são circunstâncias bem específicas.

São João Paulo II foi um grande intercessor

Andrew ainda contou que “em 2005, quando São João Paulo II morreu, tive um forte sentimento de estar conectado a ele e à Igreja, e pensei que um dia seria católico. Acabou que isso demoraria 13 anos!”

Ele espera também “não ter perdido amigos, mas é possível que isso tenha acontecido. Sei que algumas pessoas estão feridas com a minha decisão. Rezo por elas e agradeço por todos os meus novos amigos”.

E claro, conta com um apoio mais do que especial:

“Sou grato à oração dos santos, particularmente de Nossa Senhora e São José, e ao Papa São João Paulo II, cujo lema é ‘Não tenham medo’, o que me deu forças. Manteve o meu coração ardente e concentrado nestes últimos meses até agora”.

Que lindo testemunho! Rezemos por eles!

[Leia também: A emocionante conversão ao catolicismo de um pastor protestante e de quase toda sua igreja]
[Leia também: Pastor diz que Eucaristia é razão de milagres na Igreja Católica]

Comentários

comentários