Polícia identifica homem que enviou carta com 3 balas para o Papa Francisco

Créditos: Vatican News

Em 9 de agosto, a Polícia de Milão, Itália, interceptou uma carta com três balas dirigida ao Papa Francisco.

De acordo com o jornal Corriere della Sera, a carta continha três cartuchos tipo Flobert, calibre 9 mm, e uma suposta mensagem sobre transações financeiras no Vaticano, na qual um processo foi aberto contra várias pessoas, incluindo o cardeal Angelo Becciu.

Na nota é possível identificar o destinatário escrito com caneta: “O Papa – Cidade do Vaticano – Praça de São Pedro em Roma.”

Segundo informou o jornal Il Messaggero, a carta foi interceptada na central de triagem postal de Peschiera Borromeo, em Milão. Após investigações, o autor da ameaça foi identificado pela segurança vaticana e a imprensa italiana afirmou que ele “já teria enviado cartas ao Vaticano no passado”.

O selo da carta é de origem francesa, “mas não se sabe para que e em que circunstâncias isso teria sido feito”, disse o jornal. Apesar de ter sido identificado, nenhuma informação sobre o suspeito foi revelada e seu paradeiro ainda é desconhecido. A Polícia de Milão e do Vaticano trabalham juntas no caso.

Rezemos pela Igreja e pelo Papa Francisco!

[Leia também: O plano secreto de Hitler para sequestrar o Papa Pio XII]
[Leia também: São Malaquias e a profecia sobre o último Papa]