Por que o mês de maio é dedicado à Virgem Maria?

por -
Créditos: Wikimedia Commons

Maio é o mês que a Igreja Católica dedica à Virgem Maria. Há muito tempo todos esses dias são dedicados à Mãe de Deus, mas você sabe por quê?

Em geral, maio era um mês de celebração desde antes do cristianismo. Na Grécia, era o mês dedicado a Ártemis, a deusa da fertilidade. Em Roma, por outro lado, era dedicado à deusa Flora, adorada pela vegetação.

Na época medieval, os camponeses comemoravam em maio a chegada da boa época do plantio e o fim do inverno. O primeiro dia do mês era dedicado ao auge da primavera.

Mês para a Virgem Maria

Durante o século XII, iniciou-se a tradição do “Tricesimum” ou “A devoção dos trinta dias a Maria” na Igreja Católica. Foram celebrados 30 dias de exercícios espirituais em que o centro de reflexão era a Virgem Maria e o seu amor a Deus.

No entanto, esses dias eram normalmente celebrados entre 15 de agosto e 14 de setembro. No século XVII, já se celebrava um mês pela Virgem Maria, mas não havia um mês específico.

Foi a partir do século XVII que esta devoção mariana e o mês de maio se juntaram. Todos os dias de maio eram dedicados à Virgem. Esse costume se espalhou pelo mundo católico, principalmente no século XIX, e se estende até os dias de hoje.

Atualmente, não existe uma devoção específica para ser feita em honra a Maria durante os 31 dias de maio, cada fiel, grupo e paróquia podem realizar o que acharem mais conveniente. O importante é que, durante estes dias, lembremos com mais frequência da importância da Virgem Maria, que é a Mãe de Deus e também nossa.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!

[Leia também: Quer se consagrar à Virgem Maria no mês mariano? Aprenda esta poderosa oração!]
[Leia também: Conheça a história de como a Virgem Maria foi parar em Marte]