“Presente misericordioso”: O real sentido dos recentes milagres eucarísticos, segundo este bispo

por -
Créditos: Unsplash

Louvado seja Deus pela Sua misericórdia!

O bispo Athanasius Schneider conversou com o Pe. Mark Goring sobre o que ele acha sobre os dois recentes milagres eucarísticos que aconteceram na Polônia.

Ele também cita o milagre que ocorreu pouco tempo depois da morte do beato Carlo Acutis.

“O milagre é a graça de Deus, uma ajuda, para confirmar nossa fé, tornar nossa fé [maior] na real presença de Cristo na Eucaristia”, disse ele. “E também para aqueles cuja fé estava enfraquecida, para ser fortalecida pelo milagre”.

“Eu considero isso misericórdia, uma ajuda misericordiosa do Nosso Senhor. Por exemplo, Nosso Senhor ajudou o apóstolo São Tomé, que tinha dúvidas sobre o corpo ressuscitado de Jesus, então Nosso Senhor apareceu para ele”.

E continua: “Eu acho que estes milagres são um presente misericordioso para nosso tempo, para demonstrar a Real Presença, porque dentro da Igreja, estamos passando por um tipo de enfermidade eucarística profunda. Eu chamo isso de enfermidade eucarística do coração da Igreja. A crise mais profunda na Igreja é a crise eucarística: a fé na verdadeira Presença diminuída, e também na transubstanciação”.

O que você acha?

Senhor, nós cremos, mas aumenta a nossa fé!

[Leia também: Milagre de São Januário não acontece como previsto neste 16 de dezembro]
[Leia também: Milagres eucarísticos revelam o tipo sanguíneo de Jesus]