Primeiro caso de coronavírus é registrado no Vaticano

por -
Daniel Ibañez/ACI Group

Esta manhã, todos os serviços ambulatoriais da Diretoria de Saúde e Higiene do Estado da Cidade do Vaticano foram temporariamente suspensos para higienizar as salas, após um exame positivo de coronavírus (COVID-19) encontrada ontem em um paciente. No entanto, o setor de emergência continua funcionando.

O Departamento de Saúde e Higiene está tomando medidas para informar as autoridades italianas competentes e, realizar os protocolos de saúde necessários.

[Leia também: Exames confirmam que o Papa Francisco não está com coronavírus]

Segundo o jornal italiano La Stampa, a Santa Sé estuda a possibilidade de realizar o Angelus do Papa no domingo, 8 de março, e a Audiência Geral na quarta-feira, 11 de março, apenas por transmissão de vídeo, para evitar a reunião habitual dos fiéis na Praça de São Pedro, e assim reduzir a possibilidade de contágio de coronavírus.

O jornal noticiou ainda que alguns escritórios da Secretaria de Estado do Vaticano foram fechadas, devido a suspeita de contaminação em um funcionário.

Os escritórios serão selados, higienizados e depois reabertos.

Oremos pela intervenção de Deus no mundo!

[Leia também: Coronavírus: uma oração a São Roque para pedir uma cura rápida]

Comentários

comentários