Princesa é removida da linha de sucessão do trono britânico por tornar-se católica

por -
Princess Alexandra of Hanover (Getty Images)

A princesa Alexndra de Hanover, membro da família Real de Mônaco, segundo notícia do site Royal Central, foi removida de seu lugar na linha de sucessão britânica depois de ter se tornado católica.

Como o monarca britânico é o chefe da Igreja da Inglaterra, que é a Igreja estabelecida, a lei britânica impede que católicos subam ao trono.

Sucessão à Ata da Coroa de 2013 permitiu que herdeiros do trono se casassem com católicos, entre outras mudanças. No entanto, a lei ainda estipula que o soberano britânico em exercício não deve ser católico. Católicos foram barrados do trono inglês desde o Ato de Resolução 1701.

O site da monarquia britânica lista apenas as primeiras 17 pessoas na linha de sucessão.

A princesa Alexandra, de 19 anos, nasceu na Áustria e foi batizada como luterana dois meses após seu nascimento. Ela é filha de Caroline, princesa de Hanover e príncipe Ernst August de Hanover.
Através de seu pai ela é descendente da Princesa Real Victoria, a filha mais velha da Rainha Vitória e do Príncipe Albert.

Alexandra é neta de Grace Kelly e do príncipe Rainier III, por isso, além de ter estado na linha de sucessão britânica, Alexandra também está na linha de sucessão do Principado de Mônaco, sendo a 12ª na linha do trono.

Mesmo sabendo que perderia o lugar na sucessão do trono, a jovem escolheu de maneira convicta aderir ao catolicismo, onde encontrou a Verdade plena.

[Leia também: 3 lindas celebridades que jogaram tudo para o alto para seguir Cristo]

Comentários

comentários