“Quem vai salvar a nossa Igreja?”: A inspiradora resposta do Venerável Fulton Sheen

por -
Créditos: Reprodução/NCR

Talvez em algum momento você tenha se sentido confuso por causa de algum escândalo da Igreja… se este for o caso, você deve escutar o que disse o Venerável Fulton Sheen!

“Quem vai salvar a Igreja?”: A inspiradora resposta do Venerável Fulton Sheen

No ano de 1972, o venerável arcebispo Fulton Sheen recebeu o reconhecimento como “Homem de Ação Católico”, entregue pelo Conselho Estatal dos Cavalheiros de Colombo, na Pensilvânia, Estados Unidos.

Segundo relata um jornal da época, em seu discurso de abertura o arcebispo disse que sabia que as pessoas presentes queriam entender para onde a Igreja estava caminhando nestes tempos difíceis. E foi isso que ele disse:

“Quem vai salvar a nossa Igreja? Não nossos bispos, não nossos sacerdotes e os religiosos. Depende de vocês, o povo. Vocês têm a mente, os olhos e os ouvidos para salvar a Igreja. A missão de vocês é fazer com que padres atuem como padres, os bispos atuem como bispos e os religiosos atuem como religiosos”.

E depois ressaltar isso, afirmou que dependia dos fiéis exortá-los caso “saíssem da linha”.

Cristo, ao fundar a Igreja, deixou uma constituição hierárquica encabeçada pelo Papa, sucessor de São Pedro, os bispos, os sacerdotes, os diáconos, os religiosos e os leigos.

Em relação à importante missão dos leigos, a Igreja nos ensina que “cabe a todos os leigos a missão de colaborar para que o divino desígnio de salvação alcance mais e mais a todos os homens de todos os tempos e em todas as partes da terra”. (Lumen Gentium, N° 33).

Certamente a Igreja não é uma sociedade “democrática” onde o povo escolhe e confere poder às autoridades. Foi Cristo mesmo quem determinou os diferentes ministérios hierárquicos.

É claro que é Cristo mesmo que salva e vela pela sua Igreja. Mas em respeito a esta ordem, nós, leigos, temos muito que fazer para santificar a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo!

[Leia também: Bispo convida a rezar para que processo de canonização de Fulton Sheen seja retomado]
[Leia também: As 7 defesas mais fortes contra o anticristo, segundo o Venerável Cardeal Fulton Sheen]