“Quero ser santo”: a comovente história do menino cego que canta para Nossa Senhora

Créditos: Desde de la fe/Reprodução.

Joel ficou conhecido nos últimos dias a partir de um vídeo compartilhado pela Arquidiocese Primaz do México que viralizou! No registro, ele canta para a Virgem Maria e o menino Jesus.

No entanto, a história de fé por trás desse menino cego e sua família é ainda mais bonita e incrível do que a voz delicada com que canta canções para a Mãe de Jesus.

Em um belo artigo escrito no site Desde la fe, a mãe de Joel conta essa história maravilhosa.

[Leia também: [Vídeo] Chorando, bebê se acalma imediatamente ao ver uma imagem de Jesus!]

Veja aqui o vídeo:

Clique aqui caso não consiga ver o vídeo

A emocionante história de Joel, o menino cego que canta para a Virgem Maria

Lucina, sua mãe, casou-se com Joel, pai do menino, há 13 anos. Seu sonho era ter um filho, mas dois anos depois um médico lhe deu a triste notícia: ela era estéril e não podia ser mãe.

Com imensa fé, Lucina se prostrou diante de Jesus naquele mesmo dia e lhe disse: “Senhor, se crês que eu poderia ser uma boa mãe e meu marido um bom pai, dá-me um filho, o melhor que tens aí em cima, dai-me por favor”.

Três meses depois desse pedido, Lucina engravidou. No entanto, quando ela estava no sexto mês de gravidez, ela teve uma eclâmpsia e o pequeno Joel teve que nascer. Ele pesava apenas 900 gramas e as complicações de saúde não demoraram a aparecer: dois meses depois de nascer, o médico descobriu que o menino era cego.

Naquela dor enorme e temendo o pior, Lucina foi até a Catedral de Toluca e aos pés de Jesus disse:

“Senhor, meu filho é Teu, eu o entrego aos Teus cuidados; deixe-o comigo, eu imploro. Mas se o tiras de mim, dai-me forças porque meus braços estarão vazios”.

E como naquela outra vez antes da gravidez, o Senhor ouviu suas orações. Lentamente, Joel começou a ganhar peso e, depois de um mês, chegou a 1,5 quilo.

[Leia também: Ao receber Primeira Comunhão, menino chora de emoção e comove a internet]

“Eu quero ser santo”

Desde o momento de sua concepção, Joel mudou a vida de seus pais. Lucina lembra que quando tinha 3 anos, o menino comentou: “Ele estava começando a falar bem, e naquela ocasião me disse com muita clareza: ‘Mamãe, eu quero ser santo'”.

Surpresa com a declaração de Joel, sua mãe respondeu: “Pois peça a Deus que ilumine seu caminho e me dê forças para guiá-lo”.

“Perdemos tudo para poder tirar Joel de suas enfermidades -diz Lucina-: vendemos o carro, depois a casa, depois os móveis; depois estávamos vendendo a ferramenta e até trastes. Ficamos sem nada.”

“Entreguei até o último bem material que tinha; mas fiquei com meu filho e agora o aproveito como ninguém imagina, o dia todo e todo dia”, reconhece Lucina.

Hoje Joel tem 11 anos, adora cantar a Deus e colabora como coroinha na Paróquia São Pedro Apóstolo, na Cidade do México.

“Joel gosta muito de cantar para Deus e a Virgem”, diz Lucina. Eu ensino as músicas para ele, papai faz a música para ele com o violão e ele canta. Nós três costumávamos esperar até que a igreja estivesse vazia para começar a cantar”.

Lucina é imensamente grata a Deus pelo presente que ele deu a ela em seu filho Joel. Mas em meio a infinita gratidão, ele tem um pequeno pedido que inclui todos os dias em suas orações:

“Senhor, eu te peço, como o melhor relojoeiro, quando tiver um pouco de tempo, vai curando os olhos de meu filho aos poucos, para que Tua glória se manifeste nele. Mas se essa não for a Tua vontade, só peço que não tire minha vida agora, mas quando Joel for um homem realizado, bom e forte”.

Que história inspiradora!

[Leia também: Emocionante vídeo: jovem padre chora de alegria após abençoar sua mãe]
[Leia também: Noviça recebe o hábito com felicidade contagiante e vídeo comove a internet]