Ratinho e SBT terão que pagar R$200 mil a padres por fake news

por -
Divulgação SBT

O apresentador Ratinho e o SBT foram condenados pela Justiça e terão que pagar 200 mil reais por danos morais a dois padres por terem veiculado uma matéria em 1999 difamando os sacerdotes.

A reportagem dizia que uma moradora da cidade de Astorga, Paraná, tinha abandonado seu marido para viver com o padre que presidiu seu casamento. Mas a notícia era falsa e para piorar, a reportagem mostrou a imagem de um outro padre como se fosse ele o “acusado”.

Os religiosos entraram com uma ação na época contra Ratinho e o SBT, porém o caso só foi julgado agora.

 

A Verdade sempre aparece!

[Leia também: Boato sobre Pe. Reginaldo Manzotti ter engravidado jovem é desmascarado]

Comentários

comentários