Restauração da Catedral de Notre Dame pode transformá-la numa “Disney”, alertam críticos

Créditos: GodefroyParis, CC BY-SA 4.0, Wikimedia Commons

Rezemos pelo processo de restauração da Catedral de Notre Dame!

O jornal britânico Telegraph publicou um artigo no dia 26 de novembro revelando os possíveis planos de restauração para o interior da Catedral de Notre Dame de Paris.

A catedral franco-gótica é uma das igrejas mais conhecidas do mundo. Já tinha mais de 850 anos antes do incêndio devastador em 16 de abril de 2019.

[Leia também: Incêndio destrói a Catedral de Notre Dame, em Paris, uma das mais importantes Igrejas da França]

O artigo explica que o exterior será “reconstruído o mais fielmente possível aos designs originais”. O interior, no entanto, pode sofrer muitas mudanças “modernistas”.

Planos propostos para a restauração interior

“Sob as mudanças propostas, confessionários, altares e esculturas clássicas serão substituídos por murais de arte moderna e novos efeitos de som e luz para criar ‘espaços emocionais'”, diz o artigo.

O texto acrescenta que “capelas temáticas” em uma “trilha de descoberta” enfatizarão a África e a Ásia. Eles vão “projetar nas paredes da capela” versículos bíblicos “em vários idiomas, incluindo o mandarim”.

Os planos para a Catedral também incluem uma capela com uma “forte ênfase ambiental”, refletindo encíclica do Papa Francisco ‘Laudato Si’.

Críticos alertam sobre “Parque Temático Cristão Inadequado”

O premiado arquiteto francês Maurice Culot disse “é como se a Disney estivesse entrando na Notre-Dame”.

“O que eles estão propondo fazer a Notre-Dame nunca seria feito à Abadia de Westminster ou à Basílica de São Pedro em Roma. É uma espécie de parque temático e muito infantil e trivial, dada a grandiosidade do local”, disse.

“Quando você vê a seriedade com que a catedral está sendo restaurada, com os melhores profissionais e materiais de primeira linha, isso parece totalmente inadequado.”

O historiador e colunista do Telegraph Tim Stanley descreveu as mudanças “modernistas” no interior da catedral como “desnecessárias”.

“As capelas ficaram relativamente ilesas”, escreve Stanley. “Foi o exterior que sofreu os piores danos causados pelo fogo no incêndio de 2019.”

A professora italiana Maria Luisa Ceccarelli Lemut apontou que “deve-se simplesmente seguir a restauração e não escolher soluções que possam alterar o layout arquitetônico ou arbitrariamente ‘modernizar’ o edifício.”

No entanto, a Arquidiocese de Paris negou as reivindicações de “parque temático”.

Pe. Gilles Drouin, que supervisiona o projeto, disse que os planos propostos “podem receber e informar melhor o público ‘que nem sempre é de uma cultura cristã'”.

A Arquidiocese apresentará os planos à Comissão do Patrimônio Nacional e Arquitetura no dia 9 de dezembro.

Qual a sua opinião?

[Leia também: Quem é o dono da Catedral de Notre Dame? A resposta vai surpreendê-lo]
[Leia também: A comovente reação dos católicos diante do incêndio na Catedral de Notre Dame]
Jacqueline Burkepile é editora da versão em inglês do ChurchPOP. Ela é jornalista, ex-ministra em campus universitários, esposa e mãe.