Sacerdote conta sobre batalha espiritual com bruxa que assedia uma família

por -
Créditos: Catholic News Service / Wallhere.

Às vezes pensamos que falar sobre uma bruxa ou uma maldição são coisas com as quais os católicos não devem se preocupar. Sim, se estamos na graça e reconciliados com Deus, não há nada a temer. Mas bruxas existem e este exorcista atesta isso.

Em outras ocasiões, Monsenhor Stephen Rossetti, famoso exorcista e sacerdote da Diocese de Siracusa, nos Estados Unidos, nos contou sobre sua batalha espiritual contra o demônio. Mas desta vez ele conta como uma bruxa assedia uma família “enviando” maldições.

Foi isto que ele contou no blog Diário de um Exorcista:

“Tínhamos começado a fazer algum progresso com as maldições enviadas contra a família de A. Após várias semanas de sessões, as dores físicas no marido por causa da maldição começaram a diminuir, um sinal de que a bruxa estava perdendo o controle sobre eles”, o padre começa dizendo.

“No entanto, ela ainda tinha conhecimento oculto de quase tudo que acontecia na casa e zombava deles com isso”.

“Então a mulher comunicou que ia se encontrar com uma bruxa de nível superior. Suspeitei que ela estava ciente de que estava perdendo o controle e procurou uma ajuda mais poderosa. A sessão seguinte confirmou: as dores do marido haviam voltado e estavam piores do que nunca. Parecia que havíamos começado de novo”.

“Quando começamos a próxima sessão”, diz o padre, “comecei com a oração de Umbrellino como de costume. É uma oração que protege a pessoa aflita de ataques demoníacos e isola os demônios que atormentam o indivíduo. Rezamos no início de cada sessão. Desta vez, o marido imediatamente começou a tossir forte e dolorosamente. Claramente algo estava acontecendo!

E continua: “Ah, sim… Esta oração do Umbrellino, que rezamos quase superficialmente, tem uma função importante, sobretudo nestes casos. A bruxa obteve a ajuda de uma bruxa mais poderosa e estava convocando reforços demoníacos. A oração estava bloqueando os reforços, daí a tosse e as dores”.

É uma batalha. Vamos ver isso até o seu final bem sucedido e eu sei que Jesus Ressuscitado triunfará. Enquanto isso, a família está sofrendo terrivelmente de várias maneiras e pede suas orações!”, Conclui o sacerdote.

Abaixo compartilhamos a oração que o exorcista usou:

Senhor Jesus Cristo, Rei Soberano entronizado no Céu, em Vosso amor e misericórdia estabelecei um perímetro de proteção com Vosso Precioso Sangue ao meu redor, nossas famílias, entes queridos, aqueles que amamos e nossos bens, bloqueando o poder de Satanás ou qualquer maldição ou qualquer outra entronização demoníaca, abominações aos Vossos olhos.

Eu imploro que Vós crieis ao meu redor um santuário da Vossa misericórdia onde Satanás e qualquer outro espírito maligno ou ação humana não possam de forma alguma capacitar ou ajudar os demônios presentes aqui, deixando-os surdos, mudos e cegos, incapazes de se comunicar ou receber qualquer ajuda de qualquer outro espírito maligno isolando-os uns dos outros; despojando-os de todas as armas, armaduras, poder, ilusões e autoridade; amarrando-os, repreendendo-os e impedindo-os de se comunicar ou interagir uns com os outros de qualquer forma.

Pedimos à Bem-Aventurada Virgem Maria, entronizada como Rainha do céu e da terra, Mãe da Igreja, Mãe Dolorosa, Virgem poderosa e São Miguel Arcanjo, que envie legiões de anjos sob seu comando para bloquear, amarrar e reter quaisquer demônios, sejam eles Satanás ou qualquer um de seus sequazes, destruindo qualquer habilidade destes para enriquecer sua fortaleza, prolongar sua permanência ou fortalecer sua habilidade de atacar ou se esconder.

Pedimos isso em Vosso Santíssimo Nome, Nome diante do qual todos os joelhos se dobrarão no céu, na terra e sob a terra. Amém.

O que você achou deste testemunho? Rezemos por eles!

[Leia também: “O inferno se manifestou”: Família volta à Igreja após vivenciar infestação demoníaca em casa]
[Leia também: O demônio que quer destruir as famílias]