Saiba como serão nossos corpos depois da Ressurreição da carne

    por -

    A Ressurreição de Cristo é a antecipação (e a garantia) do destino de todos os que creem Nele: a ressurreição da carne é uma promessa para todos os que morrem na graça de Deus.

    Nós, cristãos, confessamos que “cremos e esperamos firmemente que, tal como Cristo ressuscitou verdadeiramente dos mortos e vive para sempre, assim também os justos, depois da morte, viverão para sempre com Cristo ressuscitado, e que Ele os ressuscitará no último dia”. (CIC 989)

    Segundo o plano salvífico de Deus, os homens participarão da vida gloriosa de Cristo.

    No entanto, este corpo será completamente diferente do que temos nesta existência histórico-temporal. A ressurreição da carne implica uma transformação, e haverá uma relação entre ambos os corpos, mas o resultado final é um mistério, afirma Michael Schmaus, em seu Curso de Teologia Dogmática.

    Ainda sim, a teologia pode especificar algumas características que nossos corpos terão na ressurreição da carne:

    1. Impassibilidade: é a propriedade que torna inacessível o mal físico de qualquer tipo, como sofrimento, doença e morte. É a impossibilidade de sofrer e morrer.

    2. Sutileza: é a propriedade pela qual o corpo se tornará semelhante aos espíritos, podendo penetrar corpos sem lesões alguma. Um exemplo disso é o corpo ressuscitado de Cristo, que entrou no Cenáculo mesmo quando as portas estavam fechadas (Jo 20, 19).

    3. Agilidade: é a capacidade do corpo de obedecer ao espírito com suma facilidade e rapidez em todos os seus movimentos. Cristo aparecia e desaparecia subitamente (Lc 24, 31).

    4. Claridade: é estar livre de toda baixeza e vilania, e transbordar beleza e esplendor. Jesus diz: “os justos brilharão como o sol no Reino do seu Pai” (Mt 13,43). Um modelo de claridade é a glorificação de Jesus no monte Tabor (Mt 17,2) e depois da Ressurreição (Atos 9,3).

    Já os corpos dos condenados ressuscitarão em incorruptibilidade e imortalidade, mas não serão glorificados porque não participarão da glória de Cristo. As diferenças de sexo também se conservarão.

    Cristo ressuscitou e é a nossa esperança na ressurreição da carne!

    Comentários

    comentários