[Testemunho] Vocação sacerdotal quase foi interrompida por um aborto

Instagram/Reprodução matheus.muniz.aquino

Os desígnios de Deus superam todo o nosso entendimento, e esta história pode nos ajudar a compreender bem isso.

Em sua conta do instagram, o Pe. Matheus Muniz, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, compartilhou uma incrível história em defesa da vida.

Ele conta sobre uma menina que engravidou aos 14 anos e que, no aniversário de um ano da filha, descobriu que estava grávida de novo. Com 15 anos e sem condições financeiras para criar outra criança, decidiu seguir o conselho de uma suposta “amiga” e procurar um médico para tentar abortar.

Como a gravidez ainda estava no início, o médico lhe passou alguns remédios abortivos para tentar parar a gravidez, mas para a surpresa de todos, o procedimento não estava adiantando nada.

Deus queria a criança

A barriga continuava crescendo e o bebê, se desenvolvendo. Então ela decidiu voltar ao médico, que surpreendentemente lhe disse: “Eu nunca tinha visto isso acontecer neste tempo como médico, então é sinal de que Deus quer essa criança“.

“Um médico abortista falando de Deus”, continua o padre. “E essa mulher é minha mãe. Minha mãe decidiu dar sim à minha vida e hoje, graças a esse sim da minha mãe, eu sou sacerdote e posso hoje estar aqui salvando muitas almas, perdoando pecados e celebrando o Santo Sacrifício da Missa“.

Assista aqui o testemunho em vídeo do padre:

View this post on Instagram

#diganaoaoaborto #abortonão #stfabortonao

A post shared by Pe. Matheus Muniz de Aquino (@matheus.muniz.aquino) on

Que milagre e que grande graça! Quando escolhemos a vida, Deus cuida de tudo.

Rezemos por todas as mulheres que pensam em abortar e por todas as almas das crianças que não tiveram a oportunidade de nascer!

[Leia também: Médicos mandaram mãe de São João Paulo II abortá-lo]