9 antigos símbolos cristãos e seus significados desconhecidos

por -

Os cristãos primitivos tinham um profundo apreço pelo poder dos símbolos. Por isso, muitos significados estão contidos em um simples símbolos ou objetos. Será que devíamos voltar a usá-los?

Talvez você já tenho visto alguns destes antes e não tenha entendido completamente, outros, sequer conheça. De toda forma, aproveite!

1) Staurograma / Tau-Rho

O Staurograma ou Tau-Rho, é a letra grega tau (T) combinada com a letra rho (P), e foi utilizada na igreja primitiva como abreviação da palavra Cruz, em grego.

As letras às vezes também tinham um significado mais profundo. O tau, por exemplo, podia simbolizar a própria cruz. E a Rho tinha o valor numérico de 100, que, por sua vez, podia ser uma referência à palavra grega para ajuda (que também tem o valor numérico de 100), ou como uma referência a Abraão, que se tornou pai de Isaac aos 100 anos de idade.

2) Pavão 

Os antigos gregos acreditavam que a carne do pavão não entrava em decomposição após a morte, foi assim que o animal se tornou um símbolo da imortalidade.

Os primeiros cristãos o adotaram como símbolo para representar sua fé na vida eterna, no céu com Deus, por isso, é geralmente representado junto à árvore da vida.

3) Pelicano

Os europeus medievais acreditavam que os pelicanos eram particularmente atentos aos seus filhotes, inclusive a ponto de ferirem a si próprios e deixá-los beber seu sangue quando não havia comida disponível.

Com isso, o pelicano se tornou um símbolo da Paixão de Cristo, derramando Seu sangue para o perdão dos pecados e dando seu corpo como alimento na Eucaristia.

4) Ichthys

Ichthys é a palavra grega para peixe, e este foi um dos símbolos mais importantes entre os primeiros cristãos. Não só porque os peixes foram parte de muitos milagres de Jesus nos Evangelhos, mas também porque a palavra Ichthys foi adotada como uma profissão de fé abreviada das palavras gregas “Iēsous Christos Theou Hyios Sōtēr”, que significam “Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador”.

5) Alfa e Ômega 

No livro do Apocalipse, Jesus diz de si mesmo: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim” (Ap 22, 13). Alfa é a primeira letra do alfabeto grego e Ômega é a última. Colocando as duas juntas, representa-se a eternidade de Cristo como o Filho de Deus.

6) Chi-Rho

O Chi-Rho é a combinação da letra grega chi (X) e rho (P), que são as duas primeiras letras da palavra grega que significa “Cristo”, então, quando colocadas juntas representam “Jesus”.

7) Monograma IH

O monograma IH inclui a letra grega iota (I) e eta (H), que são as duas primeiras letras da palavra “Jesus” em grego, por isso, era uma abreviatura comum para “Jesus”.

8) Monograma IX

O monograma IX inclui o símbolo da letra grega iota (I) e chi (X). A Iota é a primeira letra da palavra grega que significa “Jesus”, e chi é a primeira letra da palavra grega que significa “Cristo”. Juntas, formam uma abreviação de “Jesus Cristo”.

9) Âncora

No mundo antigo, as âncoras representavam segurança. O autor dos Hebreus adaptou este símbolo para a esperança que os cristãos têm em Cristo: “Nela temos como que uma âncora para nossa alma, tão segura quanto sólida, que penetra para além do véu, lá onde Jesus entrou por nós, como precursor, constituído Sumo Sacerdote para sempre à maneira de Melquisedec” (Hb 6,19-20).

Comentários

comentários