Assistente de exorcista revela como proteger uma família de ataques espirituais

por -
Créditos: cosma / Shutterstock/NCR.

Em uma entrevista realizada por Patti Maguire Armstrong para o National Catholic Register, uma assistente de exorcistas explica como um católico pode proteger sua família de ataques espirituais.

Kathleen Beckman colabora, junto com outros leigos, auxiliando padres exorcistas em seu ministério. “Nossa equipe de leigos atende tanto os sacerdotes, como está presente em todos os ritos maiores e menores de exorcismo. Somos intercessores respondendo às orações do sacerdote e às ladainhas do rito; Também organizamos a logística do local e auxiliamos quem recebe o ministério”, comenta.

Além disso, ela publicou recentemente seu quarto livro, A Family Guide to Spiritual Warfare (Um guia familiar para a guerra espiritual). E aqui estão as dicas que ela deu para proteger você e sua família dos ataques espirituais dos demônios.

[Leia também: Exorcista alerta: TV pode convidar demônios para sua casa – cuidado com o que você assiste!]

Assistente de exorcista revela como proteger uma família de ataques espirituais

Kathleen Beckman comenta que os ataques espirituais assumem diferentes formas. O diabo entra na vida das pessoas de diferentes maneiras:

1) Para os católicos, os sacramentos e a oração muitas vezes foram deixados de lado;

2) sincretismo religioso, trazendo rituais pagãos e superstições culturais ao catolicismo, como se pudessem coexistir;

3) casamentos irregulares (coabitação); cônjuges ou filhos viciados em drogas, álcool, pornografia; jogos ocultos, música, literatura e mídia;

4) feridas não curadas de pecado impenitente, abortos em série, infidelidade conjugal em série, práticas ocultas, abuso físico e emocional em casa ou no local de trabalho.

[Leia também: Padre recomenda bênção do lar: “Os demônios odeiam e sentem repulsa”]
Mas como uma pessoa pode se proteger desses ataques espirituais?

Com base em sua experiência, a assistente exorcista explica que “as pessoas podem se proteger vivendo uma vida sacramental: recebendo o Santíssimo Sacramento com a maior frequência possível e se confessando regularmente.

Esses sacramentos são muito mais poderosos do que o Rito do Exorcismo, que é um sacramental, não um sacramento. O Rosário é uma arma poderosa contra o diabo. Testemunhamos gritos demoníacos (“Pare essas contas! Elas nos assombram!”) durante os exorcismos.”

Além disso, Kathleen Beckman comenta seu segredo para que sua família fique protegida contra ataques espirituais e qualquer ação demoníaca.

“Amo o Senhor Jesus Cristo, comungo diariamente há mais de 30 anos e adoradora diária do Santíssimo Sacramento há mais de 30 anos. Rezo o Terço com frequência durante o dia porque gosto de refletir sobre os mistérios”, explica.

“Tenho um sacerdote como santo diretor espiritual que me assiste regularmente e um confessor, para que eu possa receber esse sacramento com frequência. Sigo as regras de Santo Inácio para o discernimento dos espíritos e o exame da noite. É importante que estas coisas não sejam feitas para marcar uma lista de checagem, mas por amor a Deus e às almas”, acrescenta.

“Quanto à família, acho que eles recebem muito mais bênçãos do que ataques espirituais. Discutimos a batalha espiritual conforme necessário e podemos dizer quando um membro da família está passando por opressão, e rezamos um pelo outro. Crianças pequenas podem ser vulneráveis ​​à retaliação demoníaca, e é por isso que alguns exorcistas preferem que os membros de sua equipe tenham idade madura.”

O que você achou das dicas?

[Leia também: A “receita” em 4 passos de um exorcista para proteger sua família contra satanás]
[Leia também: O que fazer para se livrar de um objeto amaldiçoado? A explicação de um exorcista]