“Ato anti-cristão”: vândalos roubam cruz de igreja católica na Terra Santa

por -
Créditos: Internet/Reprodução

Vândalos roubaram a cruz do altar de uma igreja católica na Terra Santa. Segundo a tradição, o edifício sagrado fica no local onde Jesus realizou o milagre da multiplicação dos pães e peixes.

A polícia ainda está investigando o roubo da cruz, que tem aproximadamente 15 centímetros e foi levada no dia 19 de agosto da Igreja da Multiplicação dos Pães e Peixes, em Tabgha, Israel.

A cruz estava fincada no altar externo da igreja, feito de rocha basáltica vulcânica, que é comumente usado para celebrações da Santa Missa diante do Mar da Galileia.

O representante da Associação Alemã da Terra Santa (DVHL), Georg Röwekamp, a quem a igreja pertence, classificou o roubo com um “ato anti-cristão”.

“Descobrimos na manhã de 19 de agosto que a cruz de ferro forjado no altar foi quebrada à força e desapareceu”, disse ele. “Como isso requer uma grande força física, deve ter sido um ato deliberado”.

Georg acredita que os criminosos chegaram ao local em um barco, pois o acesso estava fechado ao público no momento.

“Lamentamos muito este incidente, que nos preocupa – desde o incêndio criminoso em 2015, quando pessoas também entraram em nossas instalações”, completou.

Na ocasião, um homem entrou na igreja e destruiu parte da entrada do templo, além do mosteiro beneditino adjacente e o escritório dos peregrinos. Pichações em hebraico deixadas no local diziam “todos os ídolos serão destruídos”.

Rezemos pela Igreja perseguida!

[Leia também: [Vídeo] Após missa, homem entra em igreja e destrói imagem de Cristo crucificado]
[Leia também: Akash Bashir: o jovem que morreu para proteger sua igreja]
Victoria Arruda
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.