Ator que fez Barrabás sobre Eucaristia: “O homem moderno não tem consciência do milagre”

por -
Créditos: Alfa y Omega.

O nome dele é Pietro Sarubbi, mas é mais conhecido por ter interpretado Barrabás no filme “A Paixão de Cristo”, dirigido por Mel Gibson. Na verdade, foi durante as filmagens desta famosa produção que ele viveu um estranho acontecimento que o levou a se converter ao catolicismo.

Recentemente, Pietro participou do documentário sobre a Eucaristia intitulado “O Beijo de Deus”. Em uma entrevista realizada para o site Alfa y Omega, Pietro fala de sua comovente relação com Jesus Sacramento e nos deixa uma bela reflexão para os tempos em que vivemos.

O ator que interpretou Barrabás lembrou que aquele encontro com Cristo personificado por Jim Caviezel o marcou para sempre. Desde então, ele encontrou no catolicismo o que tanto havia buscado.

[Leia também: “Senti uma corrente elétrica”: a incrível conversão de “Barrabás” na Paixão de Cristo]

Como é seu relacionamento com Cristo? Pietro comenta que segue Jesus, “com o cansaço de um pobre pecador que tenta corresponder a um amor tão grande, caindo mil vezes, mas com a certeza de ser sempre perdoado, esperado e amado, mil e uma vezes”.

Neste caminho de fé, ele busca especialmente a companhia de Jesus Sacramentado. “A Eucaristia é um dom excepcional que Deus dá ao homem. O homem moderno não tem consciência da grandeza do milagre que é poder participar da Ceia com Cristo todas as vezes que quisermos”, confessa.

Em seguida, conta uma bela história sobre a importância da Eucaristia em sua vida e como o sacramento transforma completamente uma pessoa.

“Eu não era casado, mas depois da minha conversão quis me casar, ser digno de receber a Eucaristia. As primeiras vezes que fui à missa depois de minha conversão, o fiz com meus filhos e minha esposa. A certa altura, uma das minhas filhas iniciou o caminho de preparação para a primeira comunhão, mas depois de receber toda a catequese, disse-lhe que no final não iria receber a Eucaristia. Espantado, o padre perguntou-lhe porquê e ela disse-lhe isso porque a Eucaristia era muito amarga. ‘E como você sabe, se você nunca provou?’ Ele disse. E ela respondeu: ‘Eu sei porque toda vez que meu pai comunga, ele chora’. Esta é a Eucaristia na minha vida!”, conclui o ator que interpretou Barrabás.

Lindo testemunho!

[Leia também: “Sejam santos!”, o emocionante testemunho do ator da Paixão de Cristo]
[Leia também: Ator que interpreta Jesus diz que a sequência de “A Paixão de Cristo” será o maior filme da história