Banda Rosa de Saron anuncia saída de Guilherme de Sá

por -
Youtube

Nesta terça-feira, 13, o cantor da Banda Rosa de Saron, Guilherme de Sá, anunciou sua saída da banda. Dos 30 anos de existência da banda, Guilherme foi o vocalista durante 18 anos.

A Banda fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook onde anunciou a saída do vocalista. Guilherme disse que deixará a banda para se dedicar a família, a missão de ser pai e administrar outros projetos, que não estão ligados a seguir uma carreira solo. Ele deixou claro que não está saindo da Banda por divergências ou para seguir carreira solo, mas para seguir os novos projetos de Deus para sua vida.

Acontecerá uma turnê de despedida que ainda será anunciada via redes sociais, no entanto, a data do último show será no dia 10 de fevereiro na cidade de São Paulo.

Segue abaixo a transmissão:

Guilherme escreveu uma mensagem de agradecimento e despedida em seu perfil no Instagram em forma de poesia, emocionando seus fãs.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

••• É só uma pétala caindo. A flor permanece. Permanece porque o chão em que habita continua o mesmo. Às vezes, a gente se desprende porque o vento é forte demais. Ou o tempo passou depressa e levou a beleza sem a menor percepção. Eu quero ser aquela pétala que sobrevive dentro de uma Bíblia. E que não quer acreditar que os mortos recebem mais flores que os vivos porque o remorso é mais popular que a gratidão. Sobretudo, é extremamente importante que se entenda que nem todos os caminhos são para todos os caminhantes. E que se veja que nem todos que se foram queriam partir. Nós somos aqueles a quem defendemos. E aquilo que acreditamos. Eu me despeço entre o direito da saudade e o dever da paternidade. Obrigado a todos pelo sonho vivido. Eu vi Deus em vocês. Eu vi Deus em tudo. Que a rosa continue cultivada. E que meu cansaço. Que a outros descanse. Com amor. Gui

Uma publicação compartilhada por Guilherme de Sá (@supp3rgu1) em

[Leia também: Bullyng, agressão, alcoolismo: conheça o incrível testemunho de Guilherme de Sá]

Comentários

comentários