Bento XVI se unirá à consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria

por -
Créditos: Vatican News

O papa emérito Bento XVI se unirá em oração ao Papa Francisco e os bispos do mundo inteiro no dia 25 de março na consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria.

[Leia também: Ucranianos estão vendo “anjos luminosos” sobre o país, diz arcebispo greco-católico]

Papa emérito Bento XVI se unirá à consagração da Rússia e Ucrânia

A informação foi dada pelo secretário pessoal do papa emérito, Dom Georg Gänswein, ao portal católico alemão CNA Deutsch. Perguntando se Bento XVI se juntaria ao apelo do atual pontífice, ele respondeu: “É claro que o papa emérito Bento XVI vai se unir em oração ao chamado do papa Francisco para consagrar a Rússia e a Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria”.

No entanto, é improvável que Bento XVI marque presença fisicamente na cerimônia, que ocorrerá na Basílica de São Pedro, no Vaticano; ele deverá unir-se à toda Igreja de forma privada.

O Papa Francisco anunciou na última terça-feira (15), por meio de suas redes sociais, que consagrará a Rússia e a Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria no dia 25 de março. Bispos do mundo inteiro são chamados a se unir neste ato.

Em seu Twitter, o Santo Padre afirmou: “Sexta-feira 25 de março, durante a Celebração Penitencial às 17h na Basílica de São Pedro, consagrarei #Rússia e #Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria. #RezemosJuntos #Paz”

O escritório de imprensa do Vaticano confirmou ainda que “o mesmo ato, no mesmo dia, será realizado em Fátima por Sua Eminência o Cardeal Krajewski, Esmoler Apostólico, como enviado do Santo Padre”.

Rezemos pela paz no mundo!

[Leia também: Padre alerta para aumento de atividade demoníaca antes da consagração da Rússia]
[Leia também: A alarmante profecia da Virgem numa suposta aparição na Ucrânia em 1987]
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.