Bispo anglicano renuncia para entrar em plena comunhão com a Igreja Católica

Créditos: Divulgação

Bendito seja Deus!

O bispo anglicano de Ebbsfleet (Inglaterra), Reverendo Jonathan Goodall, anunciou recentemente que deixará o cargo que ocupa para entrar em plena comunhão com a Igreja Católica! A decisão, segundo ele, foi fruto de “um longo período de oração”.

[Leia também: Líder de país anglicano, Primeiro-ministro britânico batiza filho na Igreja Católica!]

Bispo anglicano renuncia para entrar em plena comunhão com a Igreja Católica

Em comunicado no dia 3 de setembro, ele disse: “Tomei a decisão de renunciar como bispo de Ebbsfleet para ser recebido na plena comunhão com a Igreja Católica Romana, só depois de um longo período de oração, que foi um dos períodos mais difíceis da minha vida”. Não por acaso, a data escolhida para o anúncio foi o dia em que a Igreja celebra São Gregório Magno, papa conhecido por seus esforços pela evangelização dos ingleses.

“A vida na comunhão da Igreja da Inglaterra modelou e alimentou meu discipulado como cristão por muitas décadas. Foi aqui que recebi, pela primeira vez e durante metade da minha vida como sacerdote e bispo, a graça sacramental da vida e da fé cristãs. Sempre guardarei isso e serei grato por isso”, ressaltou.

“Confio em que todos vocês acreditarão que tomei minha decisão como uma forma de dizer ‘sim’ ao atual chamado e convite de Deus, e não de dizer ‘não’ ao que conheci e experimentei na Igreja da Inglaterra, com a qual tenho uma profunda dívida”.

“Estou profundamente grato a todos aqueles que tão generosamente apoiaram a Sarah [sua esposa] e a mim nestes anos, especialmente aos leigos e ao clero da sede de Ebbsfleet, que foi o centro e a alegria do meu ministério e devoção desde que me tornei bispo em 2013. Foi um imenso privilégio”.

E completou: “Espero poder servir a Igreja no futuro, de qualquer forma como eu seja chamado a fazer”.

Jonathan deixará o ministério anglicano neste dia 8 de setembro. Ainda não se sabe se ele deseja ordenar-se sacerdote católico ou se pretende unir-se ao Ordinariato Pessoal.

O Ordinariato Pessoal é uma normativa “para aqueles fiéis anglicanos que desejam entrar corporativamente em plena comunhão com a Igreja Católica”, segundo explica a Constituição Apostólica Anglicanorum Coetibus (2009), do Papa Bento XVI.

Após o comunicado, o atual arcebispo de Canterbury, Justin Welby, comentou “com pesar” a decisão e agradeceu o tempo de serviço de Goodall.

“Estou profundamente agradecido ao bispo Jonathan por seu ministério e muitos anos de fiel serviço. Rezo por ele e por Sarah, pelo seu futuro ministério e pela orientação à qual estão sendo chamados em sua jornada contínua de serviço dedicado a Cristo”, disse ele.

Mais um bispo anglicano que entra em comunhão com a Igreja Católica

Jonathan Goodall tem 60 anos e atuou como bispo de Ebbsfleet desde 2013, sendo considerado de uma ala mais conservadora do Anglicanismo, que não apoia a ordenação de mulheres, por exemplo. Foi capelão e sacristão da abadia de Westminster, em Londres, de 1992 a 1998; e desde 2004, sacerdote vigário. Também atuou como capelão e secretário ecumênico do então arcebispo de Canterbury, Rowan Williams.

Ele passa agora a ser o segundo bispo de Ebbsfleet a deixar função para entrar em plena comunhão com a Igreja Católica. O primeiro foi o Reverendo Andrew Burnham, em 2010, após 10 anos de ministério. Andrew passou um tempo no Ordinariato Pessoal e depois foi ordenado sacerdote católico, estando hoje como pároco de Hendred, em Oxfordshire, na Inglaterra.

Rezemos por todos os nossos irmãos separados!

[Leia também: Pastor e sua família se convertem ao catolicismo: “O Senhor me deu um forte desejo pela Verdade”]
[Leia também: Padre Pio e os encontros com o menino anglicano que tinha leucemia]
Victoria Arruda
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.