Cães policiais detectaram vida em um sacrário? Uma história impactante de Cristo na Eucaristia

por -
Créditos: Pixabay / Fiore Bagatello/Cathopic.

Cães policiais detectaram vida dentro de um tabernáculo? Nós católicos acreditamos que Cristo está realmente presente na Eucaristia e não precisamos de prova disso. No entanto, Deus nos dá testemunhos como os milagres eucarísticos ou eventos surpreendentes como o desta história.

Há alguns anos, circulou na internet uma linda história escrita por um sacerdote identificado como Padre Arthur Byrne.

Cães policiais detectaram vida em um sacrário? Uma história impactante de Cristo na Eucaristia

O pároco narra o seguinte:

“Na noite do último dia de sua visita aos Estados Unidos, em outubro de 1995, João Paulo II estava programado para saudar os seminaristas do Seminário Saint Mary de Baltimore. Foi um dia muito cheio que começou com uma missa no Oriole Park de Camden Yards, um desfile pelas ruas do centro da cidade, visita à Basílica da Assunção (primeira catedral do país), um almoço em um refeitório local dirigido por católicos; instituições de caridade; um momento de oração na Catedral de Mary Our Queen em North Baltimore; e, finalmente, uma breve parada no Seminário Saint Mary.

O cronograma estava apertado, então o plano era simplesmente cumprimentar os seminaristas enquanto eles estavam do lado de fora, na escada. Mas o Papa abriu caminho e entrou no prédio. Seu plano era primeiro fazer uma visita ao Santíssimo Sacramento.

Quando soube do seu desejo, a segurança entrou em ação. Eles ‘varreram’ o prédio prestando muita atenção à capela onde o Papa iria rezar. Para isso, cães altamente treinados foram usados ​​para detectar qualquer pessoa que pudesse estar presente no local.

Os animais são treinados para localizar sobreviventes em prédios desabados após terremotos e outros desastres. Esses cães altamente inteligentes e ansiosos passaram rapidamente pelos corredores, escritórios e salas de aula e, em seguida, foram para a capela. Eles subiram e desceram o corredor, passaram pelos bancos e finalmente entraram na capela lateral onde o Santíssimo Sacramento estava reservado.

Ao chegarem ao tabernáculo, os cachorros farejaram, gemeram, sinalizaram e se recusaram a sair, com a atenção fixada no tabernáculo, até serem chamados por seus cuidadores. Eles estavam convencidos de que haviam descoberto alguém ali.

Nós, católicos, sabemos que eles estavam certos: eles encontraram uma Pessoa real e viva no tabernáculo!

Que linda história!

[Leia também: Padre conta poderoso testemunho sobre presença real de Jesus na Eucaristia]
[Leia também: Ex-pastor se converte ao catolicismo: “só aqui me encontro com Cristo na Eucaristia”]